Menu
SADER_FULL
terça, 16 de julho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Zeca mostra a Dirceu que MS fica só com 35% do que arrecada

17 Ago 2004 - 17h14
Na exposição que fez ao ministro Chefe da Casa Civil, José Dirceu, o governador Zeca do PT demonstrou que, embora tenha moralizado a máquina de arrecadação e ocupe hoje uma posição privilegiada no processo de produção e exportação, Mato Grosso do Sul é um dos estados mais prejudicados pela Lei Kandir e pela vinculação de parte de suas receitas para pagamento da dívida com a União. “Mato Grosso do Sul está sendo brutalmente penalizado”, disse Zeca do PT, durante a reunião em que participaram também os governadores de Santa Catarina, Luiz Henrique, do Paraná, Roberto Requião, e do Rio Grande do Sul, Germano Rigotto. Segundo o governador, de cada real arrecadado, o Estado fica com apenas 35 centavos. Os 65% restantes são distribuídos entre os municípios (25%), os poderes estaduais (20%) e a União (20%).

“De toda a receita, ficam com o Estado 35%, que devem ser usados para bancar o custeio da máquina pública, a folha de pagamento e os investimentos em geral”, explicou o governador Zeca do PT. Ele lembrou ao ministro José Dirceu que há um paradoxo gritante entre o esforço feito por seu governo nos últimos anos e os prejuízos que o Estado vem sofrendo em função do comprometimento de sua receita com o pagamento da dívida e a desoneração das exportações (Lei Kandir). A arrecadação do Estado em ICMS quadriplicou no seu governo, saltando de R$ 45 milhões mensais em 1998 para R$ 193 milhões em agosto do ano passado. O esforço do governo em moralizar a máquina arrecadadora elevou o patamar de repasses aos municípios, mas não diminuiu o comprometimento da receita com a União.

"Uma coisa era a União ficar com 15% de R$ 45 milhões e outra é recolher o mesmo percentual sobre os R$ 193 milhões. Mostrei isso ao ministro e expliquei que tem a ver com o comprometimento da receita”, disse o governador. Ele afirmou que, apesar de não conseguir melhorar sua capacidade de investimento em função do comprometimento das receitas, o esforço do governo estadual contribuiu para elevar as finanças dos municípios e do poder judiciário.

Órgãos como o Tribunal de Justiça e o Ministério Público Estadual, com o aumento dos repasses não só reequiparam o máquina como realizaram novos concursos para preenchimento e abertura de novos cargos. O governador exemplificou o aumento das finanças municipais citando o caso da Prefeitura de Campo Grande, que em 1998 contabilizava R$ 45 milhões anuais de repasse de ICMS estadual e no ano passado recebeu R$ 100 milhões, quadriplicando os valores. “O aumento foi possível com a moralização da máquina arrecadadora”, disse.

O governador Zeca do PT definiu o encontro com o ministro José Dirceu como um passo importante para rediscutir a Lei Kandir e o comprometimento das receitas estaduais com o pagamento da dívida. Segundo ele, o ministro Chefe da Casa Civil reconheceu que a situação dos Estados é complicada _ alguns comprometem até 23% das receitas com a União _ e ficou de discutir o assunto com o ministro Antônio Palocci, da Economia.

“Todos os governadores expuseram suas dificuldades ao ministro e ele ficou de analisar. Os quatro Estados merecem um tratamento melhor porque são responsáveis por 25% das exportações brasileiras”, destacou o governador Zeca do PT. A reunião dos governadores com o ministro ocorreu no escritório de representação de Santa Catarina em Brasília, no Lago Sul.

 

APN


Deixe seu Comentário

Leia Também

BARBÁRIE
Moça de 22 anos é agredida até a morte após se negar a fazer sexo
COMOÇÃO
Jovem Lenara, filha de vice prefeito morre vitima de câncer
100 REMEDIOS
Ministério da Saúde suspende fabricação de 19 remédios;veja aqui a lista dos medicamentos cortados
ABANDONADA NO ALTAR
Morre jovem que casou sozinha após ser abandonada no altar
TRAGEDIA NA RODOVIA
Morte trágica de três pessoas na PR-082, comove população
BRIGA DE FAMILIA
Pai desfere 15 golpes de facão em filho adolescente
VIOLENCIA DOMESTICA
Pai é morto a marteladas pelo filho um dia antes de aniversário
NÃO QUER QUE ELE USE
Mãe apaga narguilé do filho adolescente e leva chinelada
NOVELA GLOBAL
Régis confessa que está apaixonado de verdade por Maria da Paz em 'A dona do pedaço'
VAQUINHA VIRTUAL
Com dinheiro de vaquinha, morador de rua que ajudou idosa durante temporal no Rio compra casa