Menu
PASSARELA
domingo, 24 de junho de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Zeca fará gestão junto à Petrobras para atrair fábrica a MS

2 Dez 2004 - 16h20
O governador Zeca do PT afirmou que vai conversar pessoalmente com diretores da Petrobras a fim de garantir para Mato Grosso do Sul a indústria de fertilizantes estimada em US$ 600 milhões que a empresa pretende instalar na Região Centro-Oeste. Zeca fez essa e outras declarações aos jornalistas pouco antes de se reunir com o presidente da Assembléia Legislativa, Londres Machado, hoje à tarde, em seu gabinete, para discutir a tramitação de projetos encaminhados pelo Executivo.

A respeito da fábrica da Petrobras, o governador disse que vai apresentar como argumentos a localização estratégica de Mato Grosso do Sul, “no coração da América do Sul e do Centro-Oeste” e servido pelo gasoduto Bolívia-Brasil (o fertilizante será extraído do gás), além de ser grande consumidor de insumos agrícolas. “Vou pedir uma audiência com o presidente da Petrobras, reivindicar que essa indústria seja instalada aqui.” Na ocasião o governador também quer saber como está o andamento do projeto de implantação do pólo gás-químico de Corumbá, outro importante empreendimento que deve ter a participação da Petrobras.

Zeca disse que também solicitou audiência com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para a quinta-feira da próxima semana, a fim de agradecê-lo pela criação da comissão que fará um estudo a respeito da dívida previdenciária herdada por Mato Grosso do Sul na época de criação do Estado. O assunto foi discutido com o ministro da Coordenação Política e Assuntos Institucionais, Aldo Rebello, no dia 24 de novembro. Pelo menos 15 mil servidores públicos aposentados do antigo Ipemat (Instituto de Previdência de Mato Grosso) passaram para a folha de pagamento do recém-criado Mato Grosso do Sul, despesa que ao longo dos anos consumiu recursos da ordem de R$ 500 milhões, nas contas do governo.

Na rápida entrevista concedida antes da audiência com Londres Machado, o governador reafirmou, ainda, sua ida a Dourados no dia 20 de dezembro, participar das festividades em comemoração ao aniversário do município, inaugurar obras e visitar outras cidades da região, e confirmou a liberação dos salários de novembro para o funcionalismo estadual no dia 10 e o 13° salário no dia 21. “Serão injetados pelo menos R$ 150 milhões na economia”, observou.
 
 
Agência Popular

Deixe seu Comentário

Leia Também

GOVENO NÃO CUMPRE
Caminhoneiros anunciam nova paralisação, mas trabalhadores de MS não devem participar
RAIVA HUMANA
Morte de turista por raiva humana é confirmada em Ubatuba
NOVELA GLOBAL
Valentim sofre grave acidente de carro
INACEITAVEL
Mãe de jovem morto no Rio: “É um Estado doente que mata criança com roupa de escola”
HAJA CORAÇÃO
Neymar é o autor do gol mais tardio, em tempo normal, de uma Copa na história
COPA DO MUNDO
No sufoco, Brasil supera a Costa Rica e consegue primeira vitória na Copa do Mundo
NOVELA GLOBAL
Segundo Sol: Rosa coloca fim em relação com Ícaro e ele toma atitude
SAUDE
Mulher dá a luz em calçada no Cajuru
FAMOSIDADES
Ex-apresentadora do ‘Vídeo show’, Alinne Prado sofre assalto a mão armada dentro de casa
RELIGIÃO
Padre é flagrado dando tapa em criança durante batismo