Menu
SADER_FULL
terça, 13 de novembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Zeca do PT recorre contra denúncia do MPF por difamação

5 Set 2007 - 14h44

O ex-governador Zeca do PT recorreu contra denúncia de calúnia e difamação apresentada pelo MPF (Ministério Público Federal) na 5ª Vara de Justiça Federal. O recurso foi apresentado no dia 13 de agosto, segundo o advogado de Zeca, Gustavo Romanowski, e deverá ser julgado pelo TRF da 3ª Região (Tribunal Regional Federal), responsável pelos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul.

O MPF denunciou Zeca porque o ex-governador teria chamado, em abril de 2006, procuradores da República em Mato Grosso do Sul de “moleques”. O comentário teria sido feito porque o procurador da República Charles Estevão Mota Pessoa estaria defendendo índios caiowá que teriam matado policiais civis a pauladas, pedradas e facadas, em Dourados.

Na ocasião, os policiais teriam ido a uma reserva indígena para averiguar denúncias de que no local estaria escondido um acusado de homicídio. Como estavam com carro sem identificação, os policiais foram confundidos por capatazes pelos índios, que iniciaram a agressão.

A Justiça Federal recebeu a denúncia no dia 6 de agosto. O ex-governador Zeca corre o risco de ser condenado de três a 18 meses de prisão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGEDIA
Ex-prefeito é morto pelo pai após ser confundido com assaltante
ACIDENTE DE TRANSITO
Caminhão passa por cima de veículos e explode em grave acidente
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Marilda (Letícia Spiller) é flagrada nua e finge ser uma assombração
BNDS
“Se não abrir a caixa preta do BNDES, está fora!”, diz Bolsonaro sobre Levy
FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concursos oferecem mais de 1 mil vagas e salários de até R$ 6,6 mil no MS
NOVA EQUIPE
Bolsonaro intensifica processo de transição esta semana em Brasília
ESPORTE EM TOUROS
VÍDEO: Peão de MS morre após ser pisoteado por touro em rodeio no interior de SP