Menu
PASSARELA
quarta, 18 de julho de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Zeca diz que só união é capaz de superar pobreza

18 Set 2004 - 08h35
“Só a nossa unidade, a integração da América do Sul, vai permitir a construção de uma América do Sul libertária, democrática, capaz de superar a pobreza e se constituir no mais importante continente do planeta.” Com essa frase o governador Zeca do PT declarou aberto o I Festival América do Sul, que se estende até o dia 25, próximo domingo, em Corumbá, reunindo amostras de dança, música, artes plásticas, literatura, artesanato, enfim, todas as manifestações culturais de 13 países do Continente.

O governador saudou o corpo diplomático presente, representando os governos das nações convidadas, as autoridades, artistas e o público. Fez um agradecimento especial ao Banco do Brasil, “nosso parceiro em mais essa iniciativa”, salientando que o festival será “um impulso ao processo de integração sul-americana” sonhada por Simon Bolívar e retomado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Zeca encerrou seu rápido pronunciamento pedindo um “viva à América bolivariana”.

Antes da fala do governador, fizeram uso da palavra o prefeito Eder Brambilla, o superintendente de Desenvolvimento do Banco do Brasil, Milton Luciano dos Santos e o senador Delcídio do Amaral. Brambilla disse que se sentia “orgulhoso” por Corumbá ter sido escolhida como sede do festival. “Nosso avião já decolou”, afirmou o prefeito, referindo-se à retomada do crescimento econômico da cidade graças a eventos como esse e aos projetos estratégicos conduzidos pelo governo do Estado, como os pólos gás-químico, minero-siderúrgico e a Termopantanal.

“O Banco do Brasil reforça sua marca, sua presença e seu compromisso pelo desenvolvimento do Brasil e da América do Sul”, resumiu o superintendente de Desenvolvimento da instituição, justificando o patrocínio ao festival. “É com satisfação que participamos de iniciativas como essa, organizada de forma exemplar por sua equipe”, findou.

Já o senador Delcídio, que é corumbaense, foi categórico ao afirmar que seus conterrâneos “recuperaram a auto-estima” com os investimentos feitos pelo governo no município. “Se há décadas fomos a cidade mais importante do Estado e uma das mais fortes do país, seremos a partir de agora a mais importante da América do Sul”, garantiu o senador.

Após declarar aberto o festival, o governador Zeca do PT e a presidente do Cogeps (Conselho Estadual de Gestão das Políticas Sociais), Gilda Maria Gomes dos Santos, visitaram os stands dos países sul-americanos que expõem amostras de artesanato na praça Generoso Ponce. Em seguida foram até o ILA (Instituto Luiz de Albuquerque) conhecer as exposições de arte e amostras de fotografias.
 
APn

Deixe seu Comentário

Leia Também

AGORA EM DOURADOS - MS
UNIPAR EAD com cursos de Educação Física, Letras, Marketing e mais 22 cursos, Confira todos aqui
TRAGEDIA
Acidente chocante em Foz: casal morre na hora em batida
NOVELA GLOBAL
Aliada de Laureta, Rosa se vinga do pai e o humilha no restaurante em ‘Segundo sol’
GRANA
Governo antecipa primeira parcela do 13º de aposentados e pensionistas
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Severo é preso e humilha Roberval
FUTEBOL PELO MUNDO
Real Madrid se recusa a permitir que Vinícius Júnior permaneça no Flamengo até o final de 2018
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Luzia descobre que seu filho com Beto não morreu
CONCURSOS - OPORTUNIDADES
Concurso: 13 órgãos abrem as inscrições para 1,9 mil vagas nesta segunda
FOI SALVAR O MELHOR AMIGO
Jovem morre afogado após pular em rio para tentar salvar cachorro
EDUCAÇÃO - FIES - INSCRIÇÕES
Fies abre inscrições nesta segunda com 155 mil vagas para 2º semestre