Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 24 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CONTAINER
Brasil

Zeca deve reassumir papel de articulador político

23 Jul 2004 - 18h00
O papel de articulação política do governo, exercida pelo secretário Paulo Duarte, que está trocando a Casa Civil pela Secretaria de Infra-Estrutura e Habitação, deve retornar as mãos do governador Zeca do PT.
Na nova missão, Duarte vai passar a exercer uma espécie de gerenciamento-técnico, cuidando dos projetos estratégicos do governo na área da logística e do transporte.
Com a mudança na agenda do governador, o principal gabinete do Parque dos Poderes volta a ser mais freqüentado por políticos, principalmente os parlamentares da base aliada. Zeca deve também reservar parte de sua agenda para despachos com secretários e auxiliares, tarefa que Paulo Duarte exercia.
O governador delegou a Paulo Duarte a missão de cuidar da infra-estrutura do governo – que Zeca tem como fundamental para o sucesso de seu governo – pela relação de confiança que mantém com seu secretário, que começou o governo como Superintendente de Fiscalização Tributária, foi secretário de Fazenda e, na Casa Civil, assumiu o papel de gerente do governo, chegando a receber, do próprio governador, o título de primeiro-ministro.
 
Campo Grande News

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDOFILIA
Babá de 15 anos recebia dinheiro para ter relações com patrão
PREOCUPANTE
Mineradora declara situação de emergência em barragem de Araxá
INTOLERANCIA RELIGIOSA
Delegado solicita ida à casa do 'BBB 19' para interrogar Paula, investigada por intolerância
RESUMO DAS NOVELAS
Mercedes convoca Murilo para uma conversa
CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico