Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 19 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Zeca desafia André para debate sobre segurança pública com policiais

3 Ago 2010 - 09h18Por Fátima News com assessoria

O candidato ao governo de Mato Grosso do Sul, Zeca do PT, desafiou o atual governador, André Puccinelli (PMDB) a debater cara-a-cara, com ele, quem fez mais e quem tem as melhores propostas para a Segurança Pública do Estado. O debate será marcado pelas entidades que representam os cabos e soldados da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.

Zeca esteve na tarde desta segunda-feira (2) reunido com representantes dos praças da Polícia Militar (PM), na sede ACS (Associação dos Cabos e Soldados/PM/BM/MS).
O debate será uma das prioridades da classe durante a eleição estadual, pois também abre a discussão sobre a política salarial de 2011.

Reivindicações

Zeca recebeu do presidente da ACS, Edmar Soares, uma carta com as reivindicações da categoria.

A carta pontua como uma das principais demandas da classe, a alteração da lei estadual 127 de maio de 2008, que diz respeito a remuneração por meio de subsídios. A lei questionada dispõe sobre os pagamentos de subsídios entre as categorias dos cabos e soldados e dos oficiais, que de acordo Edmar, há uma desproporção que varia de 35% a 110%, respectivamente.

Outro ponto levantado pelos policiais é o adicional de periculosidade e horas extras (Serviços Extraordinário) e manutenção das normas para aposentadoria.

Zeca se comprometeu a recuperar as perdas salariais dos praças e ampliar o efetivo das forças de segurança. “Vamos valorizar o policial. Contratar mais pessoas, investir na capacitação destes policias. Não vou fazer nada que possa prejudicar vocês,” reforçou Zeca. 

A reunião que contou com a presença da diretoria executiva da associação e dos diretores regionais do interior do Estado, que representam 3.200 cabos e soldados da PM  e do Corpo de Bombeiros.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE FATAL
Adolescente é atropelada quando levava pai em cadeira de rodas, veja o vídeo
VIOLENCIA DOMESTICA
'Não consigo reconhecê-la', diz irmão de mulher espancada no 1° encontro
O REI ROBERTO CARLOS
Roberto Carlos vestiu rosa e se mostrou contrário a projeto de Jair Bolsonaro
BRIGA NO PLANALTO
Magoado e traído, Bebianno não vai poupar filho de Bolsonaro
TRÁGICO
Mãe do piloto de Ricardo Boechat morre três dias após o filho
OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário