Menu
SADER_FULL
sábado, 16 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Zeca agradece votos e diz que, agora, meta é eleger Dilma

3 Out 2010 - 20h06Por Fátima News com assessoria

O ex-governador Zeca do PT agradeceu os mais de 530 mil votos que recebeu dos eleitores, perfazendo cerca de 43% do eleitorado sul-mato-grossense, e disse que se sente vitorioso porque cumpriu sua meta, de elevar a autoestima da militância e ajudar os partidos coligados a eleger deputados estaduais e federais. E fez um apelo para que a mobilização continue, tendo em vista que a meta, agora, é eleger Dilma Rousseff a primeira mulher presidente da República.

 

 

Zeca acompanhou a apuração em sua casa, com a família, companheiros do partido e alguns amigos. Por volta das 19h20, o ex-governador recebeu um telefonema do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, cumprimentando-o pela votação e pedindo seu empenho na eleição de Dilma.

 

 

Nesta segunda-feira (4), após a totalização dos votos e a definição dos deputados estaduais e federais eleitos, Zeca do PT pretende conceder entrevista coletiva para analisar o resultado da eleição em Mato Grosso do Sul e anunciar a estratégia para a campanha de Dilma Rousseff.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat