Menu
LIMIT ACADEMIA
quinta, 16 de agosto de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Vôos irregulares caem 32,3% após lei do Abate

19 Nov 2004 - 07h41
O comandante da Aeronática, tenente brigadeiro do Ar, Luiz Carlos Bueno, disse que a decisão do governo de regulamentar a lei que permite o tiro de destruição, conhecida como Lei do Abate, foi o motivo principal para a redução do tráfego de aviões irregulares no espaço aéreo brasileiro. A lei completou um mês nesta quinta-feira. A redução do tráfego nesse período foi de 32,3%.

"Essa redução foi motivada pela firme decisão do presidente Lula de regulamentar a lei do tiro de destruição e também de nos fornecer os meios necessários à melhoria e a expansão do número de radares que vem sendo instalados no território. Além de um fornecimento de recursos para expandir o treinamento de nossas tripulações", afirmou o comandante durante a visita que fez à base aérea de Natal, onde se realiza a operação Cruzeiro do Sul 2004 (Cruz-X) que conta com a participação de militares brasileiros, franceses, venezuelanos e argentinos.

A lei de abate foi aprovada pelo Congresso em 1998 e entrou em vigor no dia 17 de outubro. A Lei do Tiro de Destruição, conhecida como "Lei do Abate", permite que caças da Força Aérea Brasileira (FAB) possam abater aviões suspeitos que se recusarem a cumprir ordens de identificação no espaço aéreo brasileiro. A lei visa reduzir o tráfico de drogas efetuado por aviões.
 
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

TECNOLOGIA
Segunda via do RG pode ser solicitada pela internet
BOA AÇÃO
Empresário curado faz doação milionária para hospital público
VIOLENCIA
Homem desce do carro e mata mulher com tiro a queima roupa
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Laureta confessa que matou Remy; Karola foi cúmplice
PRESO EM 2010
Morre o homem apontado como maior contrabandista de cigarros do País
ELEIÇÕES 2018 - REGISTRO FEITO
AGORA: PT registra candidatura de Lula e tem até 17 de setembro para trocar candidato
BRIGA DE FAMILIA
Briga de irmãos termina com faca cravada na cabeça de jovem adolescente
NOVELA GLOBAL
Em 'Segundo sol', Zefa rompe com Severo: 'Você não merece nada de bom de mim!'
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Roberval é traficante de diamante
NOVELA DA RECORD
Herodíade diz que foi agarrada por Batista e Joana a chama de mentirosa.