Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 16 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Vôo da seleção masculina de vôlei faz pouso de emergência

30 Jun 2004 - 15h00
O avião que levava a delegação da seleção brasileira masculina de vôlei para os jogos da Liga Mundial, na Espanha, foi obrigado a fazer um vôo de emergência no aeroporto de Dacar, em Senegal, depois que um passageiro passou mal.

O incidente ocorreu na noite de terça-feira, quando, após o jantar, um brasileiro aparentando 35 anos -e que não fazia parte da delegação- começou a gritar e se debater. O passageiro, que não teve a identidade revelada, foi logo controlado pelos comissários de bordo e atendido pelo médico da seleção brasileira, Álvaro Chamecki.

"O homem se debatia muito pedindo uma arma a todo instante. Dizia que
queriam matá-lo e que ele iria matar todo mundo. Também falou que havia
engolido cocaína", disse Chamecki, que acompanhou tudo de perto.

Com a ajuda de pelo menos cinco pessoas, o passageiro foi imediatamente imobilizado e deitado no chão da aeronave. Mesmo depois de ter tomado três doses de injeção com calmante, ele continuava descontrolado. Por isso, a decisão de fazer uma escala de emergência. Em Dacar, uma equipe médica local retirou o homem e, depois de cerca de 1h30 no solo, o avião seguiu viagem rumo a Madri.

UOL Esportes

Deixe seu Comentário

Leia Também

OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat