Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 18 de dezembro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Vivo terá que pagar R$ 100 mil de indenização por propaganda enganosa

4 Set 2013 - 11h12Por STJ

A Vivo terá de pagar R$ 100 mil de indenização por divulgar em Rondônia promoção vencida havia mais de seis meses. Esse foi o entendimento da Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça ao negar recurso da empresa contra decisão da Justiça de Rondônia.

A Vivo manteve outdoors convidando clientes de outras operadoras a mudar para seus planos, em troca de descontos de até R$ 800. No entanto, a promoção divulgada havia terminado mais de seis meses antes. A informação sobre o prazo da promoção constava na peça em letras minúsculas, de forma sorrateira, conforme registrou o Tribunal de Justiça de Rondônia.

A ação foi movida pela Associação Comunitária de Defesa do Meio Ambiente, do Consumidor, dos Direitos Humanos, do Patrimônio Público e da Moralidade Pública Cidade Verde. O valor da condenação será destinado ao Fundo Gestor dos Interesses Difusos Lesados.

Para a relatora, ministra Nancy Andrighi, a existência de propaganda enganosa e do dano moral à coletividade foi definida com base nos fatos e provas do processo, que não podem ser reexaminados em recurso especial.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Silvio Santos se pronuncia sobre polêmica com Claudia Leitte e reage a campanha feminista
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Sóstenes cometeu crime por amor a Luz
ABUSO SEXUAL
João de Deus se entrega para a polícia
ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Robério beija Marcos Paulo e a agride ao descobrir que ela é trans
DESTAQUE MUNDIAL
Dois brasileiros estão no Top 50: melhores professores do mundo