Menu
SADER_FULL
segunda, 21 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Vivo e TIM perdem clientes, mas mantêm 50% dos celulares

19 Mai 2007 - 05h40
O número de telefones celulares no Brasil alcançou no mês passado 102,9 milhões de aparelhos em funcionamento, o que representou um crescimento de 0,71% em relação a março. As duas primeiras colocadas no ranking da telefonia móvel - Vivo e TIM - perderam clientes, mas permanecem com mais da metade dos celulares em uso no Brasil.

As duas operadoras estão na mira das autoridades brasileiras, que temem concentração de mercado, já que a controladora da Vivo, a espanhola Telefónica, comprou a Telecom Italia, que é dona da TIM.

Os possíveis reflexos do negócio no Brasil serão debatidos na próxima semana em audiências públicas no Congresso e no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). As empresas têm até segunda-feira para notificar a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) da compra e apresentar o pedido de anuência prévia para o negócio.

Nos dados divulgados nesta sexta-feira pela Anatel, a Vivo, que tinha 28,42% do mercado em março, aparece com uma participação de 28,34% em abril. A TIM, que vinha em uma trajetória de crescimento, caiu de 25,77% em março para 25,71%. A Claro continua conquistando mercado, subindo de 24,09% para 24,24%, e a Oi manteve a mesma participação de 13,08%.

Em abril, 722.799 novos celulares foram habilitados. Nos primeiros quatro meses do ano, o número de novos aparelhos foi de 2,95 milhões. O crescimento registrado nesse período, de 2,96%, foi inferior ao primeiro quadrimestre do ano passado, quando foi registrada alta de 5,07%.

Nos últimos doze meses, segundo a Anatel, surgiram 12,3 milhões de novos assinantes. Também neste caso o crescimento de 13,57% foi bem menor que os 27,96% registrados de maio de 2005 a abril de 2006.

Os números da Anatel mostram que, mais da metade da população brasileira tem celular. O Distrito Federal lidera o ranking, com mais de um celular por pessoa. O Rio Grande do Sul vem em segundo lugar, com 69 celulares por grupo de cem habitantes. Em terceiro lugar, está o Rio de Janeiro, com 68,49%, e São Paulo aparece em sétimo lugar, com 60,21%.

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos