Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 23 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Visita técnica visa motivar produtores de Guia Lopes

5 Jun 2007 - 14h07
O sítio Cabeceira, localizado em Jaraguari/MS, será destino de produtores rurais de Guia Lopes da Laguna no próximo dia 8. Eles fazem parte do Projeto Educampo e irão realizar uma visita técnica na propriedade, com o objetivo de conhecer a evolução da atividade leiteira no sítio. Trinta pessoas irão participar da visita.
 
O Educampo é um projeto do Sebrae que busca, por meio da capacitação gerencial e tecnológica de grupos de produtores rurais, desenvolver aspectos de gestão da propriedade, tornando-as mais eficientes e competitivas. “A gestão do negócio é uma das maiores prioridades do Educampo, para tornar o gerenciamento um diferencial do produtor“, explica Marcus Rodrigo, coordenador do Projeto no Estado.
 
Os produtores de leite de Guia Lopes da Laguna fazem parte do Educampo desde maio deste ano e, como principiantes no Projeto, irão visualizar propriedades que estão há mais tempo inseridas no programa. O produtor do sítio Cabeceira, onde será realizada a visita técnica, já está no processo de capacitação há quase três anos, portanto, tem resultados mensuráveis para apresentar aos outros participantes.
 
O diferencial do sítio é a implantação de um sistema que possibilita ao produtor ter alimentos para os animais na época da seca, realidade contrária ao que costuma acontecer nas fazendas do Estado, como explica o técnico de campo que criou este planejamento, Álvaro Kessler. “A produção em Mato Grosso do Sul varia muito da época de chuva e seca. No inverno, o alimento disponível é pouco para nutrir o animal”.
 
O sistema que Álvaro implantou foi um canavial, que permite, devido ao tamanho de sua área, fornecer nutrição para o gado durante todo o ano. Com este planejamento inserido no sítio, o produtor reduziu os gastos de armazenamento de alimento que antes era obrigado a manter.
 
Para o consultor técnico do Projeto Educampo em Mato Grosso do Sul, Alexandre Gessi, “este sistema é bom para o produtor, que possibilita que ele mantenha uma renda média, e também para a indústria que compra o seu produto, pois tem sempre mercadoria disponível”.
 
 
Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho