Menu
SADER_FULL
segunda, 21 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Vírus MyDoom deixa a internet mais lenta

27 Jul 2004 - 08h50
O vírus MyDoom, com novas e poderosas variantes, está se servindo de sites de busca para achar e-mails em fóruns de discussão online e, através deles, infectar computadores.

Em conseqüência, os acessos à internet, principalmente nos Estados Unidos, França e Grã-Bretanha, estão ficando mais lentos. Um dos principais alvos do MyDoom, segundo a empresa Keynote Systems, que monitora o funcionamento da rede, é o Google.

”O Google teve ontem uma queda de desempenho de 97% para 95,5 por cento. Como se trata de um servidor muito grande, seu declínio afetou o tráfego na internet”, disse Della Lowe, porta-voz da Keynote.

O MyDoom é considerado um dos piores vírus da história da internet. Logo que surgiu, em janeiro último, ele infectou milhões de computadores em todo o mundo.

Na época, a praga estava programado para atacar sites da fabricante de software SCO e da Microsoft. A SCO angariou a antipatia de muita gente depois dos processos contra o Linux por violação de direitos autorais e, por essa razão, suspeitava-se que o MyDoom tinha sido criado por um fã do software livre.
 
Agência Estado

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos