Menu
SADER_FULL
quarta, 23 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Violência sexual será debatida em meios de comunicação

18 Mai 2007 - 10h33
Hoje se comemora o Dia Nacional de Enfrentamento a Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes. Para tanto a Secretaria de Assistência Social está mobilizando toda a sociedade visando debater o assunto, de forma ampla e abrangente.
De acordo com a secretária Zoraide Nantes Flotes, a violência sexual praticada em crianças e adolescentes pode se manifestar de diversas formas, sendo as de maior ocorrência, o abuso sexual intrafamiliar e a exploração sexual para fins comerciais, como a prostituição. O abuso e a exploração sexual constituem crime e são, violações cruéis dos direitos humanos.
As crianças e os adolescentes expostos a esse tipo de violência sofrem danos em seu desenvolvimento físico, psíquico, social e moral. Os casos de violência contra crianças e adolescentes vêm aumentando todos vêm aumentando todos os dias. E o maior incentivo para que isso aconteça é a indiferença dos adultos diante desse problema, que é de todos.
Grave como a violência, é o muro do silêncio que cerca essa situação, construído pela indiferença da sociedade e pela cultura da impunidade dos agressores, o que se constitui em nova forma de violação às suas vitimas.
Essa conjuntura vem sendo enfrentada, no Brasil, com seriedade, apesar do desafio que representa. Com esse propósito que o dia 18 de maio foi instituído pela lei Federal nº 9.970, como o “Dia Nacional de Enfrentamento as Violências Sexuais contra Crianças e Adolescentes”. Essa data é emblemática em razão do crime que comoveu toda a sociedade, conhecido como o “Crime Araceli”, em que uma menina de oito anos foi cruelmente assassinada, após ter sido estuprada em Vitória-ES.
Preocupados com esta causa a Prefeitura de Rio Brilhante, através da Secretaria de Assistência Social e a Assessoria Técnica do Conselho Tutelar apontam que o sucesso do trabalhador do enfrentamento ao abuso e a exploração sexual também depende de todos.
Zoraide Flores disse que a administração municipal, busca através de várias ações solucionar e minimizar o sofrimento de muitas famílias que são vítimas da violência infantil. “Para que nossas crianças e adolescentes tenham um futuro melhor precisam de um presente digno de existência. Isto não lhes pode ser negado”, destacando que hoje serão realizadas palestras, entrevistas em emissoras de rádio da cidade, buscando a conscientização da população.
 
 
 
Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO - TV
Ator Caio Junqueira morre no Rio uma semana após acidente
ANJO DA GUARDA
Amigo dá lar a mulher que viveu 40 anos internada no HC
MAMATA
General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior
PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física