Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 21 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
ASSISTA AO VÍDEO

Vídeo gravado por Artuzi antes de morrer "promete" novos capítulos

Uma gravação feita pelo ex-prefeito de Dourados Ari Valdeci Artuzi

5 Set 2013 - 14h10Por Dourados News

Uma gravação feita pelo ex-prefeito de Dourados Ari Valdeci Artuzi - que morreu no dia 23 de agosto em decorrência de câncer no intestino –, foi postada hoje (5) num canal de vídeos da internet.

Nas imagens, Artuzi aparece bastante debilitado e diz que foi vítima na Operação Uragano, desencadeada pela Polícia Federal em 1º de setembro de 2010 e que resultou na prisão do então prefeito, vice, vereadores, secretários e empresários do município.

“Dizem que desviei R$ 35 milhões[...] nem as pessoas que me acusaram sabem o quanto é R$ 35 milhões. Não tenho dinheiro para nada, minhas cirurgias, meus tratamentos [contra o câncer no intestino] foram feitas pelo SUS (Sistema Único de Saúde)”, disse, antes de continuar. “Quem me acusa, vai para São Paulo fazer tratamento, eu não, fiquei aqui”.

O ex-chefe do Executivo douradense ainda questiona a medicação recebida no Hospital do Câncer da capital. “Foram três meses lá, que não serviram para nada [...] a quimioterapia era feita com água, dividia em três pessoas”, conta.

Artuzi também acusa o ex-secretário de Governo em seu mandato, Eleandro Passaia, de ter ‘editado os vídeos’ onde aparece recebendo dinheiro e que foram entregues durante as investigações realizadas pela Polícia Federal.

Ao final da gravação, existe a indicação apontando para a continuação da ‘entrevista’ com o ex-prefeito.

Na data em que morreu, Artuzi ficou sabendo que o juiz da 6ª Vara Cível de Dourados, Jose Domingues Filho, considerou as provas coletadas durante a “Operação Uragano” insuficientes para comprovar a culpa dos acusados, no que diz respeito à área cível, e julgou improcedente a ação por prática de atos de improbidade administrativa contra os réus.

Assista o vídeo abaixo:

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos