MEGA_OKA_CARROS_
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 23 de Novembro de 2017
DELPHOS_FULL
5 de Julho de 2004 12h50

Vicentinenses estão envolvidos em roubos de tratores

Após vários meses de trabalho, policiais do Setor de Investigações do DOF, identificaram e prenderam quatro membros de uma quadrilha que receptava, adulterava, e vendia máquinas agrícolas para agricultores do Mato Grosso do Sul.

 

Estão presos preventivamente no DOF, Manoel Domingos Dias, 42 anos, residente em Sinop/MT, Irineu da Silva Rosa, 31 anos, residente em São José dos Campos/SP, e Gilberto Simões de Oliveira, 34 anos, e Abrahão Catelan Hidalgo, 41 anos, moradores de Vicentina/MS.

 

Segundo as investigações, a quadrilha adquiria tratores de procedência ilícita no Estado de São Paulo, substituía as plaquetas de identificação com o número de série, adulterava as seqüências identificadoras dos motores, transportava-os para o Paraná, onde a empresa TW Máquinas Agrícolas de Umuarama/PR emitia as notas fiscais, e os enviava para a região de Vicentina/MS, onde eram revendidos como legais, já que os produtores que os adquiriam não tinham onde checá-los, pois em nosso país não é obrigatório o cadastramento de máquinas agrícolas.

 

Na quadrilha, cabia a Manoel Domingos Dias, proprietário da TW Máquinas Agrícolas de Umuarama/PR, confeccionar as novas plaquetas de identificação com outro número de série das máquinas, adulterar seus números de motor, e emitir as notas fiscais. Com ele foram apreendidos vários jogos de pinos usados para as adulterações, inúmeras plaquetas de identificação de vários modelos de máquinas, algumas já adulteradas e outras ainda sem o preenchimento, e ainda duas matrizes em aço usadas para impressão de plaquetas de máquinas CASE.

 

Abrahão Catelan Hidalgo, Irineu da Silva Rosa e Gilberto Simões de Oliveira, eram os responsáveis pela comercialização das máquinas junto aos agricultores depois de adulteradas.

 

Foram apreendidas até o momento, duas pás-carregadeiras Case W 20, e quinze tratores a maioria traçados semi-novos, que foram adulterados. Os laudos periciais dos exames a que foram submetidas as máquinas devem ser emitidos ainda esta semana, e a partir da apuração das seqüências identificadoras originais reveladas nos exames, com as polícias de São Paulo e Paraná, iniciarão os trabalhos de localização de seus verdadeiros proprietários.

 

A falta de obrigatoriedade de cadastro de máquinas agrícolas, dificulta os trabalhos policiais, pois para apurar suas origens é necessário realizar um rastreamento praticamente desde sua saída da fábrica, o que demanda muito tempo. O ideal era que a legislação brasileira obrigasse os proprietários, a exemplo do que acontece com os veículos, a cadastrar as máquinas agrícolas, o que hoje é uma faculdade.

 

Para convencer os compradores de que as máquinas eram legais, a quadrilha fornecia, na maioria das vendas, além de notas fiscais, também certidões de cartórios informando que não haviam alienação ou restrições sobre elas, todavia, toda documentação continha a numeração adulterada da máquina, o que permitia, inclusive seu financiamento junto a instituições bancárias.

 

Várias outras máquinas comercializadas pela quadrilha já foram identificadas, e deverão ser apreendidas nos próximos dias. Muitos agricultores que as adquiriram de boa-fé, estão apresentando as máquinas no DOF  e pleiteando os depósitos, para que possam continuar utilizando-as até a conclusão das investigações.

 

Os quatro membros da quadrilha presos, tiveram suas prisões preventivas decretadas no final da tarde do último dia 02, e deverão ainda hoje ser removidos do DOF para a Penitenciária de Segurança Máxima Harry Amorin Costa em Dourados/MS. Outros membros da quadrilha, já identificados, também tiveram as prisões decretadas e deverão ser presos nos próximos dias.

 

 

Fátima News

Comentários
Veja Também
SADER_LATERAL
FORTALEZA
ASSOMASUL_NOVEMBRO_2017
Últimas Notícias
  
FÁBRICA_CALÇADOS
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.