Menu
SADER_FULL
terça, 19 de março de 2019
prefeitura VICENTINA Março 2019
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Viana e Manézinho estão empatados

27 Set 2004 - 06h59
A pesquisa estimulada Ipems/MidiamaxNews/Primeira Hora também aponta empate técnico entre os candidatos a prefeito de Deodápolis, Manézinho (PSDB) e Viana (PT), com 32,67% e 28,67% das intenções de votos, respectivamente. Em terceiro lugar, segundo a pesquisa, aparece o professor Catarino (PPS) com 26%, enquanto brancos e nulos somam 1% e não sabem ou não quiseram responder 11,66%.

A pesquisa foi registrada na 39ª Zona Eleitoral de Deodápolis, sob o nº 03/04, e realizada nos dias 14 e 15 de setembro, ouvindo 300 eleitores com idade acima de 16 anos, tendo margem de erro de 5,41% para mais ou para menos. Na espontânea os percentuais dos candidatos do PSDB e do PT não se alteram, mantendo o empate técnico, enquanto o candidato do PPS aparece com 25,67% das intenções de votos, sendo que 12,99% não sabem ou não responderam.

No quesito de rejeição, Manézinho tem a maior rejeição entre os entrevistados com 30,33%, seguido por Viana com 29,33% e professor Catarino com 23,33%, enquanto 9% não rejeitam nenhum dos três candidatos e 8,01% não responderam ou não sabem. As informações são do site Mídia Max News.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSÉDIO SEXUAL
Homem é morto a tiros após assediar mulher casada
FATALIDADE
Mulher morre ao cair de pé de abacate e bater cabeça na linha do trem
MANIACO SEXUAL
Pai flagra estupro da filha dentro de casa usando o celular, suspeito foi preso
FAMOSIDADES
Quem era Bettina antes do R$ 1 Milhão: Ela foi professora de balé, modelo e panfleteira
MENTOR DO MASSACRE
Polícia de Suzano apreende menor suspeito de planejar ataque
INTERNADO
Criança de 4 anos cai em poço de cinco metros de profundidade
RESGATADO
Cão abandonado em ilha estava sendo comido vivo por urubus
SEXTUPLOS
Americana dá à luz seis bebês em nove minutos
TRAGÉDIA EVITADA
Garoto de 11 anos leva faca na mochila para matar colega no ônibus escolar
ALERTA AOS PAIS
Menino de quatro anos corta os pulsos em Goioerê e pode ser influência da Momo