Menu
SADER_FULL
quarta, 12 de dezembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Vereadores requerem prédio para Clínica Oftalmológica e IML em Fátima do Sul

10 Nov 2010 - 16h04Por Da Redação - Fátima News

A Câmara Municipal de Fátima do Sul, em sessão realizada nesta terça-feira (09), aprovou o requerimento de autoria dos Vereadores Alberto José Vieira “Bebeto” (PMDB) e Maria Jorge Leite "Mariquinha” (PR), solicitando ao Governador do Estado Doutor André Pucinelli, a construção de um anexo no prédio do Hospital da SIAS, para acomodar a Clinica Oftalmológica que hoje funciona em uma sala dentro do Hospital.

 

De acordo com os Vereadores, por determinação da Vigilância Sanitária esta Clinica não deve funcionar no interior do Hospital e sim em um anexo. Os Vereadores ainda solicitaram ao Governador a construção de um outro anexo para acomodar o IML (Instituto Médico Legal) uma antiga reivindicação da população e autoridades de Fátima do Sul.

 

Uma emenda da Vereadora Maria Aparecida dos Santos Garcia "Cida Santos" requer que encaminhe cópia do presente Requerimento ao Deputado Londres Machado e a Prefeita Municipal senhora Ilda Salgado Machado.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Aranha descobre marca de pata de gato de Gabriel, tira foto e conta aos guardiã
SUSTO
Celular pega fogo no bolso da calça e deixa homem com queimaduras na perna e mãos
PROCURADO
Com prisão decretada desde setembro, Dado Dolabella é considerado foragido da Justiça
DICAS DE MARKETING
5 dicas de marketing para um negócio de dropshipping
CRIME HEDIONDO
Câmera flagra ataque de suspeito de estuprar garota de 14 anos em SP; vídeo
TERROR
Ataque dentro da Catedral deixa ao menos cinco mortos em Campinas
REVIDE
Passageiro atropelado por motorista de aplicativo após vomitar em carro está em coma
A SERVIÇO DE DEUS
Angela Bismarchi festeja diploma para ser pastora: ‘Eu era pecadora e não sabia’
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Luz dá caixa com terra de cova de Gabriel para Valentina
INTOCÁVEL
PF pediu prisão domiciliar de Aécio, Cristiane Brasil e Paulinho da Força, mas PGR e STF não concede