Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 17 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
DOURADOS

Vereador é barrado ao tentar entregar notificação à Artuzi

29 Out 2010 - 17h24Por
O presidente da comissão que investiga Ari Artuzi na Câmara de Dourados, o vereador Laudir Munaretto (PMDB), não conseguiu falar com o prefeito afastado Ari Artuzi pessoalmente para entregar uma notificação sobre o desenvolvimento do processo que pode levar à cassação do mandato de Artuzi no Presídio Federal.

 

Munaretto foi recebido pela direção do presídio e teve que entregar o documento a ser assinado por Artuzi para os agentes penitenciários, após esperar por mais de uma hora e meia dentro da unidade prisional. Eles levaram a notificação até o prefeito e devolveram ao vereador, devidamente assinada.

O vereador, acompanhado pelo procurador jurídico da Câmara, Valdeci Ferreira, saiu de Dourados às 6h30 de hoje e chegou às 9h30 ao presídio. Por determinação do próprio presídio, Ari Artuzi deve ficar isolado por 20 dias, e este prazo ainda está na primeira semana.

Duas comissões foram montadas para investigar os suspeitos de corrupção, uma para o prefeito afastado de Dourados, e outra para investigar o vice dele, Carlinhos Cantor (PR).

O documento levado por Munaretto informa a Artuzi que ele tem dez dias para apresentar defesa, contados a partir do dia 3.

Depois que vencer esse prazo, o relator do processo, vereador Idenor Machado (DEM), vai apresentar o parecer, que pode pedir ou não a cassação do prefeito. Onde Artuzi pode perder definitivamente seus direitos políticos caso seja cassado.

Esta foi a decisão tomada esta semana pelo STF (Superior Tribunal Federal), com base na Lei da Ficha Limpa. Para a cassação ser aprovada é preciso que oito vereadores, dos 12, concordem com a medida. (Informações Campo Grande News)

Deixe seu Comentário

Leia Também

OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat