Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 24 de agosto de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Venda de máquinas agrícolas deverá crescer 60% no ano

2 Mai 2007 - 09h38
A reanimação do setor de grãos no país e o boom canavieiro devem fazer com que o setor de máquinas agrícolas feche este ano com um aumento de até 60% nas vendas em relação a 2006, de acordo com a Abimaq (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos).

O presidente da associação, Newton de Mello, disse ontem durante a Agrishow, em Ribeirão Preto, que, se os negócios até o final do ano seguirem na mesma proporção, as vendas voltarão ao patamar de 2004, ano que antecedeu a crise do setor. Em 2005, houve queda de 45% em relação ao ano anterior e, em 2006, a queda foi de 5%. A perspectiva agora é a de um faturamento médio mensal de R$ 400 milhões.

As máquinas agrícolas mais vendidas no país têm sido colheitadeiras e plantadeiras de cana e de grãos, preparadoras de solo e pulverizadores.

O reaquecimento do mercado faz com que haja uma fila para a entrega, que normalmente é feita em 60 dias. "Nem toda a indústria e a cadeia do setor estão preparadas para atender aos pedidos de colheitadeiras e tratores", afirmou Carlito Eckert, diretor comercial da Massey Ferguson.

Preços em alta

Novos modelos de colheitadeiras de cana-de-açúcar ou de grãos estão sendo negociados na Agrishow por até R$ 1 milhão. A indústria Case, por exemplo, está lançando na feira uma colheitadeira de grãos com preço-base para São Paulo de R$ 900 mil -o preço varia conforme a tarifa de ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) do Estado do comprador.

"Se fôssemos olhar o mercado, talvez nem fosse o momento de colocar essa colheitadeira, mas, pensando nesse crescimento que o setor está tendo, resolvemos lançá-la", afirmou o diretor comercial da Case, Isomar Martinichen. Segundo ele, em dois dias de Agrishow, foram "engatilhados" seis negócios para a nova máquina.

A Santal também comercializa uma colheitadeira com preço base de R$ 800 mil. "Desde o lançamento, em 2004, já vendemos 36 unidades. Estamos fechando seis máquinas [na feira]", afirmou Filipe Righi, do departamento de marketing e produtos da empresa.

Na Agrishow (Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação), os produtores podem ver as máquinas em funcionamento em áreas previamente preparadas --estão programadas 1.200 demonstrações de campo até o encerramento da feira, no sábado.
 
 
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

A CASA CAIU
Homem pede divórcio ao descobrir que não é pai de nenhum dos nove filhos
ESTADO GRAVE
Homem ateia fogo em mulher e filha de 4 anos 80% do corpo queimado
SURPRESA E FÉ
Homem que morava em uma barraca ganha casa reformada
JUSTIÇA PROPRIAS MÃOS
Suspeito de ter estuprado criança é assassinado por lideranças de bairro
ASSISTA A REPORTAGEM
Família da modelo Mylena Mendes, que morreu em acidente faz protesto no Fórum
NOVELA GLOBAL
Régis confessa que forjou DNA de Arthur em 'A dona do pedaço'
FOGO NA AMAZONIA
Macron diz que Bolsonaro mentiu, e Europa ameaça retaliar Brasil
TURISMO
Curtir a Cidade Maravilhosa com pacotes de viagens baratos
FUTEBOL - PAIXÃO NACIONAL
Uma estrutura confiável para resultados de futebol
POSSE DE ARMA
Posse de arma em toda extensão da fazenda é aprovada e segue para sanção