Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 21 de setembro de 2019
CACAU SHOW FÁTIMA DO SUL 0
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Venda da Ipiranga cria 2ª maior distribuidora de combustível

19 Mar 2007 - 13h26

A Petrobras, a Braskem e o Grupo Ultra confirmaram na manhã desta segunda-feira (19) um acordo para a compra do Grupo Ipiranga, por cerca de US$ 4 bilhões. A Ipiranga, que em 2006 teve receita líquida de R$ 31 bilhões, possui operações nas áreas de produção e distribuição de petróleo e derivados e petroquímicos. Se concluída a compra, será um dos maiores negócios do setor químico e petroquímico dos últimos tempos. O acordo prevê que a Petrobras assuma a rede de distribuição de combustíveis Ipiranga nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país, podendo utilizar a marca durante cinco anos.

O Grupo Ultra ficará com a rede de distribuição de combustíveis nas regiões Sudeste e Sul, mantendo a marca Ipiranga. As operações petroquímicas da Ipiranga – Ipiranga Petroquímica e Copesul – serão detidas conjuntamente pela Petrobras (40%) e pelo Grupo Ultra (60%). Já a Refinaria Ipiranga, no Rio Grande do Sul, será controlada, em partes iguais, pela Petrobras, Grupo Ultra e Braskem. Após a conclusão da operação, prevista para o quarto semestre deste ano, o Grupo Ultra, atualmente maior distribuidora de gás liquefeito de petróleo (GLP) do país, terá a segunda maior rede de distribuição de combustíveis, com 15% de participação no setor – posição atualmente detida pela Ipiranga.

Já a participação de Petrobras deve subir de 30% para cerca de 37%, com 3.185 postos de combustível em operação. Em entrevista na manhã desta segunda, o presidente do Grupo Ultra, Pedro Wongtschowski, apontou que, com o crescimento do mercado para o etanol brasileiro, a compra do Grupo Ipiranga ganha importância: "A aquisição ganha maior relevância no atual cenário, em que o álcool e o biodiesel terão participação cada vez mais expressiva no mercado de combustíveis", afirmou.

A operação

Do total de US$ 4 bilhões da operação, a Petrobras deve arcar com US$ 1,4 bilhão em recursos próprios. A fatia da Braskem será de US$ 1,1 bilhão, também em recursos próprios e linhas de financiamento, enquanto o custo para o Grupo Ultra deve ficar em torno de US$ 1,6 bilhão, com a emissão de 52,8 milhões de ações. O

 primeiro passo da compra será a aquisição pelo Grupo Ultra das ações das famílias controladoras do Grupo Ipiranga. Em seguida, será feita uma oferta pública de compra das ações em poder dos acionistas minoritários da companhia, também pelo Ultra. Braskem e Petrobras farão proposta para fechamento de capital da Copesul.

 
 
 
G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE GRAVE
Acidente com van escolar deixa dez crianças feridasí; duas estão em estado grave
NOVELA GLOBAL
Em 'A dona do pedaço', Rock é dopado, perde luta e Paixão é anunciado campeão
TRAGÉDIA NA CIDADE
Assassinato de 3 pessoas e um suicídio assusta moradores de cidade
MORTE TRAGICA
Mulher morre após ter 98% do corpo queimado ao acender churrasqueira
CRIME DESVENDADO
Autor do Crime da Mala é identificado 11 anos depois por exame de DNA
FAMOSIDADES
Neymar paga salário de quase R$ 50 mil por mês para cada parça
ATENTADO NA ESCOLA
Aluno esfaqueia professor em escola e se fere em seguida; aulas são suspensas
CAMPO BELO RESORT
Atenção Escolas, o Campo Belo Resort é o lugar perfeito para receber grupo escolar, VEJA COMO
FÁTIMA DO SUL - CACAU SHOW
Surpreenda quem você ama com lindas cestas na Cacau Show de Fátima do Sul
FALAM EM MILAGRE
Túmulo que verte água em cidade do Paraná intriga moradores. Não há explicação