Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 19 de setembro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Vazamento em Paranaguá afeta quatro mil pescadores

18 Nov 2004 - 10h28
Devido ao metanol e óleo derramado em conseqüência da explosão do navio chileno Vicuña, que afundou domingo (14) em Paranaguá, o Ibama proibiu a pesca na região, por tempo indeterminado. A decisão afeta cerca de quatro mil pescadores que têm nesse trabalho sua única fonte de renda. Hoje pela manhã eles aguardam a visita do ministro José Fritsch, da Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca. O ministro vai visitar o local do acidente e conhecer as dimensões do problema.

Os pescadores esperam uma compensação financeira enquanto estiverem proibidos de pescar.
Ambientalistas estão denunciando que a mancha de óleo está deixando a Baía de Paranaguá, atingindo o mar aberto. A mancha já atingiu várias ilhas da região, numa extensão de 30 quilômetros, o que pode acarretar danos maiores ao meio-ambiente.

O navio continua derramando óleo. Técnicos dos órgãos ambientais estão aumentando o número de barreiras de contenção em torno da embarcação. Estão trabalhando na operação de limpeza 350 pessoas e vinte barcos.
 
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

ALCOOLISMO
Menino de 9 anos é expulso de casa pela mãe alcoólatra por se recusar a roubar, no DF
LATROCINIO
Tentativa de assalto termina com pai morto e filho baleado
MENOR INFRATOR
Cobradora é apedrejada em assalto e adolescente é detido pela 4ª vez
FAMOSIDADES
Justiça condena Deborah Secco por desvio de dinheiro público
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Severo vai morar com mendigos e vira vizinho de Agenor
CLUELDADE
Por mãe estar sem o celular, ladrão dá facada em bebê de 3 meses
ECONOMIA
Mercado financeiro já trabalha para traçar cenários sem Bolsonaro
PROCURA-SE
Adolescente desaparece e família recebe ligação misteriosa
TRAGÉDIA
Jovens irmãos morrem em grave acidente; caminhonete chegou a se partir ao meio
FAMOSIDADES
Justiça decreta prisão de Dado Dolabella por insulto à ex mulher