Menu
PASSARELA
segunda, 25 de junho de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Vacinação deve atingir 212 mil em MS

20 Ago 2004 - 18h09
Começa neste sábado, dia 21, e vai até 3 de setembro a Campanha Nacional de Vacinação. Crianças com até cinco anos receberão a segunda dose do ano da vacina contra a poliomielite, mais conhecida como paralisia infantil. O Ministério da Saúde vai disponibilizar, também durante a campanha, a vacina Tríplice Viral (sarampo, rubéola e caxumba).
A meta em Mato Grosso do Sul é imunizar 212 mil crianças contra a pólio e 172 mil contra sarampo, rubéola e caxumba. Na Capital, o objetivo é vacinar contra pólio 61.140 crianças com até cinco anos de idade. Já a tríplice viral deverá ser aplicada em 49.270 crianças nessa faixa etária.
No posto de saúde do bairro Tiradentes, durante a pré-campanha, que começou dia 2 deste mês, foram vacinadas 567 crianças – 298 contra pólio e 269 triviral. No sábado, a vacinação começará a ser feita às 7h e vai até as 17h. A previsão é somente nesta unidade imunizar 1 mil crianças.
A menina Carolyne Machado da Silva, de 4 anos foi hoje até a unidade de saúde onde tomou as duas gotinhas, para prevenir a poliomelite, e também a injeção da vacina triviral, caxumba, sarampo e rubéola. “Ela perdeu a vacinação feita na creche e por isso a trouxe hoje. A gente fica menos preocupada se o filho está vacinado”, disse a mãe empregada doméstica Rosélia de Fátima Machado, de 22 anos.
O chefe da imunização da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), Wanderley Guenka, esclarece que a campanha já vem sendo feita nos postos de saúde e creches. Guenka ressalta que sábado é o “grande dia” da vacinação, mas os trabalhos estão previstos para seguir até o dia 3 de setembro.
Em Campo Grande, segundo Guenka serão montados mais sete postos de vacinação, além dos 113 considerados habituais.
Nas cidades do interior, segundo a Secretaria de Estado de Saúde, veículos foram disponibilizados para garantir a cobertura vacinal nos assentamentos e áreas rurais.
O Ministério da Saúde pretende imunizar 17 milhões de crianças em todo o País contra a paralisia infantil e 13,7 milhões contra o sarampo. Para atingir a cobertura vacinal de 95% das crianças, foram mobilizadas 439 mil pessoas, entre profissionais de saúde e voluntários. Serão distribuídas 26,3 milhões de doses da vacina contra a Pólio e 20,1 milhões da Tríplice Viral. O recurso investido é de R$ 103,5 milhões.
Na primeira fase da vacina contra a paralisia infantil, em junho, a meta em Mato Grosso do Sul não foi atingida. Foram vacinadas 65% das crianças da meta de 215,9 mil. Em Campo Grande, 60% da meta foi alcançada. Estavam previstas 61,1 mil imunizações e, no entanto, 36,5 mil crianças de até 5 anos receberam a dose da Sabin. Na primeira semana de vacinação o número subiu para 43.174 não atingindo a meta.
No caso da vacinação no interior, a Secretaria Estadual de Saúde apontou na época como locais de maior dificuldade os mais distantes e de difícil acesso, como o caso do Pantanal. As cidades com pior desempenho, na primeira fase, em junho, foram Ponta Porã e Bataguassu. O último caso de poliomelite foi registrado em 1989.
 
 
Campo Grande News

Deixe seu Comentário

Leia Também

ENTRETENIMENTO - SAÚDE
Padre Fábio de Melo sofre da síndrome do pânico e fala como administra a doença
NOVELA GLOBAL
'Segundo Sol': Laureta revela para a família de Rosa que ela é prostituta
GOVENO NÃO CUMPRE
Caminhoneiros anunciam nova paralisação, mas trabalhadores de MS não devem participar
RAIVA HUMANA
Morte de turista por raiva humana é confirmada em Ubatuba
NOVELA GLOBAL
Valentim sofre grave acidente de carro
INACEITAVEL
Mãe de jovem morto no Rio: “É um Estado doente que mata criança com roupa de escola”
HAJA CORAÇÃO
Neymar é o autor do gol mais tardio, em tempo normal, de uma Copa na história
COPA DO MUNDO
No sufoco, Brasil supera a Costa Rica e consegue primeira vitória na Copa do Mundo
NOVELA GLOBAL
Segundo Sol: Rosa coloca fim em relação com Ícaro e ele toma atitude
SAUDE
Mulher dá a luz em calçada no Cajuru