Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 21 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Vacinação deve atingir 212 mil em MS

20 Ago 2004 - 18h09
Começa neste sábado, dia 21, e vai até 3 de setembro a Campanha Nacional de Vacinação. Crianças com até cinco anos receberão a segunda dose do ano da vacina contra a poliomielite, mais conhecida como paralisia infantil. O Ministério da Saúde vai disponibilizar, também durante a campanha, a vacina Tríplice Viral (sarampo, rubéola e caxumba).
A meta em Mato Grosso do Sul é imunizar 212 mil crianças contra a pólio e 172 mil contra sarampo, rubéola e caxumba. Na Capital, o objetivo é vacinar contra pólio 61.140 crianças com até cinco anos de idade. Já a tríplice viral deverá ser aplicada em 49.270 crianças nessa faixa etária.
No posto de saúde do bairro Tiradentes, durante a pré-campanha, que começou dia 2 deste mês, foram vacinadas 567 crianças – 298 contra pólio e 269 triviral. No sábado, a vacinação começará a ser feita às 7h e vai até as 17h. A previsão é somente nesta unidade imunizar 1 mil crianças.
A menina Carolyne Machado da Silva, de 4 anos foi hoje até a unidade de saúde onde tomou as duas gotinhas, para prevenir a poliomelite, e também a injeção da vacina triviral, caxumba, sarampo e rubéola. “Ela perdeu a vacinação feita na creche e por isso a trouxe hoje. A gente fica menos preocupada se o filho está vacinado”, disse a mãe empregada doméstica Rosélia de Fátima Machado, de 22 anos.
O chefe da imunização da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), Wanderley Guenka, esclarece que a campanha já vem sendo feita nos postos de saúde e creches. Guenka ressalta que sábado é o “grande dia” da vacinação, mas os trabalhos estão previstos para seguir até o dia 3 de setembro.
Em Campo Grande, segundo Guenka serão montados mais sete postos de vacinação, além dos 113 considerados habituais.
Nas cidades do interior, segundo a Secretaria de Estado de Saúde, veículos foram disponibilizados para garantir a cobertura vacinal nos assentamentos e áreas rurais.
O Ministério da Saúde pretende imunizar 17 milhões de crianças em todo o País contra a paralisia infantil e 13,7 milhões contra o sarampo. Para atingir a cobertura vacinal de 95% das crianças, foram mobilizadas 439 mil pessoas, entre profissionais de saúde e voluntários. Serão distribuídas 26,3 milhões de doses da vacina contra a Pólio e 20,1 milhões da Tríplice Viral. O recurso investido é de R$ 103,5 milhões.
Na primeira fase da vacina contra a paralisia infantil, em junho, a meta em Mato Grosso do Sul não foi atingida. Foram vacinadas 65% das crianças da meta de 215,9 mil. Em Campo Grande, 60% da meta foi alcançada. Estavam previstas 61,1 mil imunizações e, no entanto, 36,5 mil crianças de até 5 anos receberam a dose da Sabin. Na primeira semana de vacinação o número subiu para 43.174 não atingindo a meta.
No caso da vacinação no interior, a Secretaria Estadual de Saúde apontou na época como locais de maior dificuldade os mais distantes e de difícil acesso, como o caso do Pantanal. As cidades com pior desempenho, na primeira fase, em junho, foram Ponta Porã e Bataguassu. O último caso de poliomelite foi registrado em 1989.
 
 
Campo Grande News

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos