Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 22 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Vacinação contra sarampo e poliomielite termina sexta-feira

30 Ago 2004 - 10h32
Brasília - Os pais ou responsáveis que ainda não levaram suas crianças menores de cinco anos para vacinar contra sarampo e poliomielite têm até sexta-feira (3) para protegê-los. Dados parciais da Secretaria de Vigilância em Saúde confirmam que mais de 11,3 milhões de crianças já foram aos postos de vacinação desde o início da campanha.

O número é considerado um sucesso pelas autoridades de saúde, já que representa 66,98% de cobertura. Em relação ao sarampo, já foram vacinadas 58,8% das crianças, mais de oito milhões. As metas são imunizar 17 milhões de crianças contra a pólio e 13,7 milhões contra o sarampo.

Na semana passada, a secretaria reforçou a necessidade de os pais continuarem vacinando seus filhos, mesmo após a descoberta de que um lote de vacinas tríplice viral (contra sarampo, rubéola e caxumba) teria causado reações alérgicas em 120 crianças. As doses foram substituídas.

Para vacinar as crianças, os pais, mães ou responsáveis devem levar ao posto médico o cartão de vacinação, para atualizar as vacinas que faltam. Mas quem esquecer o cartão também poderá tomar as vacinas.
 
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho