Menu
SADER_FULL
segunda, 10 de dezembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Vacinação contra a gripe é prorrogada até o dia 25

5 Mai 2007 - 07h55

Com o objetivo de alcançar a população idosa, residente em locais de difícil acesso, a Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe, prevista para ser encerrada hoje, foi prorrogada até o dia 25 de maio. O último levantamento da Secretaria de Estado de Saúde (SES), realizado ontem (3), aponta 103.500 pessoas vacinadas, número correspondente a 60% do total da população com mais de 60 anos em Mato Grosso do Sul.

A Campanha teve início no dia 23 de abril com a meta de vacinar 70% dos idosos do país, aproximadamente, 11,2 milhões de pessoas. A gerente técnica da coordenadoria de Imunização da SES, Kátia Mougenot, afirma que em Mato Grosso do Sul, nesses nove anos de realização da campanha, a meta sempre foi alcançada: “o maior desafio é conseguir a homogeneidade da cobertura, fazendo com que todos os municípios atinjam esse alvo”, ressalta.

A vacinação pretende reduzir a incidência da gripe entre os idosos e as complicações respiratórias que podem levar à internação e até mesmo ao óbito. A gerente alerta para a importância da imunização e esclarece que a vacina não provoca reações, causando gripe depois de ser aplicada; quando aparece algum sinal da doença é em razão do vírus ter sido contraído em um período anterior.

A vacina contra o vírus influenza – causador da gripe – está disponível nas unidades básicas de saúde, unidades de Saúde da Família e também em postos volantes, para alcançar populações em locais de difícil acesso, com limitações físicas ou que residem em casas geriátricas e asilos nos 78 municípios de Mato Grosso do Sul. Em Campo Grande, a prefeitura disponibilizou o número telefônico 3314-3099 para solicitações de deslocamento da equipe de vacinação até a casa de idosos que estejam acamados.

O próximo balanço da vacinação contra o vírus Influenza em Mato Grosso do Sul será divulgado pela SES no dia 10 de maio (quinta-feira).

Vacinação indígena

Outra campanha de vacinação em massa acontece nas aldeias indígenas de Mato Grosso do Sul, também, até 25 de maio. A multivacinação, iniciada no dia 23 de abril, pretende imunizar cerca de cinco mil indígenas por meio de um trabalho integrado das três esferas de governo – união, estados e municípios – com o objetivo de vacinar adultos e crianças, a partir dos seis meses, contra a gripe e colocar o esquema vacinal em dia.

Além das doses contra o vírus Influenza, são disponibilizadas as vacinas contra a Poliomelite, BCG, Hepatite B, a Tetravalente (contra Difteria, Tétano, Coqueluche e doenças, como a meningite que é a mais perigosa, causadas pela bactéria Haenophilus influenzae), Rotavírus, Febre Amarela e a Tríplice Viral (contra Sarampo, Rubéola e Caxumba). As doses contra a Varicela e Pneumonia atendem a população indígena com menos de cinco anos de idade e mais de 60. Kátia Mougenot salienta que essas vacinas ficam disponíveis para essa população durante todo o ano, o mês de campanha tem o intuito de intensificar a mobilização, buscando as famílias ainda não imunizadas.

 

 

TV Morena

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVARDIA
Mulher agride menino autista em playground e vídeo viraliza
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Nicolau descobre que Diana luta karatê e fica em choque
ACUMULOU
Ninguém acerta a mega-sena e prêmio acumula em R$ 30 milhões
VIOLENCIA
'Tiro, porrada e bomba': festa em universidade acaba em pancadaria e PM responde com violência
NOVELA GLOBAL
Gabriel confronta Valentina em “O Sétimo Guardião”
ARROCHO
Regra defendida por Bolsonaro tira R$ 1,1 mil por mês das novas aposentadorias
BARBÁRIE
Mulher é presa após atear fogo em cachorro
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Feliciano foi muito rico e ajudou Valentina no passado
SE DEU MAL
Assaltante é morto após fazer idosa de 83 anos refém no Rio de Janeiro
ROUBO MILIONÁRIO
Homens invadem banco, trocam tiros com polícia e fogem com R$ 1 milhão