Menu
SADER_FULL
quinta, 18 de outubro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Vacinação contra a gripe é prorrogada até o dia 25

5 Mai 2007 - 07h55

Com o objetivo de alcançar a população idosa, residente em locais de difícil acesso, a Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe, prevista para ser encerrada hoje, foi prorrogada até o dia 25 de maio. O último levantamento da Secretaria de Estado de Saúde (SES), realizado ontem (3), aponta 103.500 pessoas vacinadas, número correspondente a 60% do total da população com mais de 60 anos em Mato Grosso do Sul.

A Campanha teve início no dia 23 de abril com a meta de vacinar 70% dos idosos do país, aproximadamente, 11,2 milhões de pessoas. A gerente técnica da coordenadoria de Imunização da SES, Kátia Mougenot, afirma que em Mato Grosso do Sul, nesses nove anos de realização da campanha, a meta sempre foi alcançada: “o maior desafio é conseguir a homogeneidade da cobertura, fazendo com que todos os municípios atinjam esse alvo”, ressalta.

A vacinação pretende reduzir a incidência da gripe entre os idosos e as complicações respiratórias que podem levar à internação e até mesmo ao óbito. A gerente alerta para a importância da imunização e esclarece que a vacina não provoca reações, causando gripe depois de ser aplicada; quando aparece algum sinal da doença é em razão do vírus ter sido contraído em um período anterior.

A vacina contra o vírus influenza – causador da gripe – está disponível nas unidades básicas de saúde, unidades de Saúde da Família e também em postos volantes, para alcançar populações em locais de difícil acesso, com limitações físicas ou que residem em casas geriátricas e asilos nos 78 municípios de Mato Grosso do Sul. Em Campo Grande, a prefeitura disponibilizou o número telefônico 3314-3099 para solicitações de deslocamento da equipe de vacinação até a casa de idosos que estejam acamados.

O próximo balanço da vacinação contra o vírus Influenza em Mato Grosso do Sul será divulgado pela SES no dia 10 de maio (quinta-feira).

Vacinação indígena

Outra campanha de vacinação em massa acontece nas aldeias indígenas de Mato Grosso do Sul, também, até 25 de maio. A multivacinação, iniciada no dia 23 de abril, pretende imunizar cerca de cinco mil indígenas por meio de um trabalho integrado das três esferas de governo – união, estados e municípios – com o objetivo de vacinar adultos e crianças, a partir dos seis meses, contra a gripe e colocar o esquema vacinal em dia.

Além das doses contra o vírus Influenza, são disponibilizadas as vacinas contra a Poliomelite, BCG, Hepatite B, a Tetravalente (contra Difteria, Tétano, Coqueluche e doenças, como a meningite que é a mais perigosa, causadas pela bactéria Haenophilus influenzae), Rotavírus, Febre Amarela e a Tríplice Viral (contra Sarampo, Rubéola e Caxumba). As doses contra a Varicela e Pneumonia atendem a população indígena com menos de cinco anos de idade e mais de 60. Kátia Mougenot salienta que essas vacinas ficam disponíveis para essa população durante todo o ano, o mês de campanha tem o intuito de intensificar a mobilização, buscando as famílias ainda não imunizadas.

 

 

TV Morena

Deixe seu Comentário

Leia Também

CASO LETICIA
Adolescente morta a facadas contou a amigos que pai estuprou a tia na sua frente:'Tinha quatro anos'
MOTIVO FUTIL
Camera ajuda na indentificação de Homem que confessa ter matado mulher após falhar na "Hora H"
A CASA CAIU
Rapaz é agredido pelas sete namoradas que descobriram traição
SEGUNDO SOL
Beto confronta Karola: 'Você roubou a vida de outra mulher'
DEFICITÁRIAS
Correios fecham 02 agências no MS e 39 no país
VICENTINA - LEILÃO ELETRÔNICO
Justiça realizará leilão eletrônico de imóveis urbanos e trator de VICENTINA
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Conclusão do Comperj deve gerar 8 mil vagas em 2019
LUTO NO JORNALISMO
Morre Gil Gomes, jornalista policial, aos 78 anos, em São Paulo
SELEÇÃO BRASILEIRA
Brasil vence a Argentina com gol de Miranda nos acréscimos e conquista o Superclássico
HORARIO DE VERÃO
Início do horário de verão não será adiado, informa o Planalto