Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 24 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Usina nuclear pode ser construída na divisa SP-MS

22 Jun 2007 - 05h30
 

A região do baixo Rio Tietê, próxima à divisa dos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, pode sediar uma das novas centrais nucleares em estudo pelo governo. A área foi indicada pelo presidente da Eletronuclear, Othon Pinheiro, como uma das três opções para o empreendimento, que deve entrar em operação antes de 2030, segundo o Plano Nacional de Energia (PNE).

As duas outras áreas na disputa são o Rio Grande, na divisa de Minas e São Paulo, e a foz do Rio Doce, no Espírito Santo. Mas o Tietê larga na frente por estar mais próximo do grande mercado consumidor. A decisão não será tomada no curto prazo, diz Pinheiro.

A Eletronuclear pretende trabalhar primeiro na escolha de um local para a central nordestina, batizada preliminarmente de Guararapes, que ficará em algum ponto às margens do Rio São Francisco, entre a represa de Xingó e a foz, na divisa entre Sergipe e Alagoas.

A estatal começa no segundo semestre a avaliar a região, em um trabalho que deve durar pelo menos dois anos. Entre os aspectos em estudo está a qualidade do solo e a aceitação pela sociedade local.

 

 

 

RMT Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

PREOCUPANTE
Arábia Saudita barra importação de frango de cinco frigoríficos brasileiros
FUTEBOL
São Paulo e Vasco da Gama farão a final da Copa São Paulo
BBB 19
Vanderson é eliminado e vai prestar depoimentos sobre casos de agressão
INVESTIGAÇÃO
Mourão volta a dizer que é preciso investigar Flávio Bolsonaro e punir se for o caso
HEROI
Porteiro ganha homenagem: salvou criança de 3 anos que caiu na piscina (VIDEO)
FAMOSIDADES
Aos 67 anos, Amado Batista assume namoro com jovem de 19 anos de idade
LUTO - TV
Ator Caio Junqueira morre no Rio uma semana após acidente
ANJO DA GUARDA
Amigo dá lar a mulher que viveu 40 anos internada no HC
MAMATA
General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior
PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná