Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 23 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Unidades da Embrapa no Estado param por 24h nesta quinta-feira

4 Jul 2007 - 10h32

Funcionários da Embrapa ( Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) fazem uma paralisação amanhã, a partir das 7h30, para reivindicar reajuste salarial de no mínimo 6%. Em Mato Grosso do Sul, a paralisação deve atingir as unidades de Campo Grande, Dourados e Corumbá deixando aproximadamente 480 trabalhadores parados.

Os funcionários devem reunir-se em frente ao Sinpaf (Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário) em Campo Grande. Para reforçar o movimento, alguns sem-terra de acampamentos do Estado devem ir até o local onde os funcionários distribuirão sementes para mostrar a importância do trabalho da Embrapa.

Esta é a segunda paralisação dos funcionários da Embrapa no Estado. A primeira ocorreu no dia 6 de junho e atingiu várias unidades da empresa no País. No entanto, apesar das seis rodadas de negociação, os funcionários não aceitaram o reajuste proposto.

A Embrapa propôs aumento de 4,55%, mas os funcionários pedem de 6% a 12% de reajuste. Segundo Jaqueline Cavalcante Barros, diretora administrativa da sessão sindical de Campo Grande, a proposta está abaixo do que a categoria merece. “Eles precisam valorizar melhor o trabalho dos funcionários da Embrapa”, afirmou Jaqueline.

Ela explicou que os funcionários não vão impedir a entrada de nenhuma pessoa na empresa, mas tem o objetivo de chamar a atenção do governo federal para as reivindicações dos funcionários. A negociação para aumento do salário está sendo negociada pela Embrapa através do Ministério do Planejamento.

 

 

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho