Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 21 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

União compra hoje 75 mil toneladas de milho em MS

27 Ago 2004 - 10h33
 

O governo federal compra hoje em Mato Grosso do Sul 75 mil toneladas de milho, com investimento de quase R$ 21,3 milhões para contratos em lotes de 450 sacas a R$ 17 cada. A informação é do coordenador-geral das cadeias de alimentos básicos da Secretaria de Política Agrícola do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento).

A compra é feita através de leilão e o que define o vencedor dos contratos de opção com pagamento previsto para 30 de novembro é o prêmio pago ao governo federal por cada contrato. E o valor de referência é R$ 38, cerca de R$ 0,09 por saca. O produtor que pagar o prêmio maior leva o contrato. Este é o segundo leilão na BM&F (Bolsa de Mercadorias e Futuros) em Campo Grande.

O primeiro, no dia 20, foi também de outras 75 mil toneladas, em lotes igualmente, contratos todos vendidos a R$ 16,7 a saca, totalizando quase R$ 21 milhões em negociações, porém, rendendo para o governo federal um prêmio global de aproximadamente R$ 106 mil. Este retorno deve se repetir no pregão de amanhã.

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos