Menu
SADER_FULL
sábado, 20 de julho de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

União bloqueia 6.320 benefícios do Bolsa Família em MS

8 Mai 2007 - 08h06

O MDS (Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome) vai bloquear 6.320 benefícios do Bolsa Família em Mato Grosso do Sul na próxima folha de pagamento, a partir de 18 de maio. A medida foi tomada depois que a Secretaria Nacional de Renda de Cidadania do MDS comparou a renda declarada no Cadastro Único de Programas Sociais com a renda informada na Rais (Relação Anual de Informações Sociais), do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego ), dos anos de 2004 e 2005, para verificar inconsistências entre as informações das duas bases.

Em todo o País serão bloqueados 330.682 benefícios, sendo que os bloqueios correspondem a pouco menos de 3% do total de 11,1 milhões de famílias beneficiadas pelo Bolsa Família. O objetivo da auditoria é melhorar ainda mais a focalização do programa de transferência de renda, pois, segundo estudos realizados por diferentes instituições de cooperação e pesquisa, dentre eles o Bird (Banco Mundial), o programa chega a quem realmente precisa.

De acordo com o Bird, o Bolsa Família tem a melhor focalização dentre todos os programas similares em implementação na América Latina . O critério para receber o benefício é renda mensal por integrante da família de até R$ 120. O Ministério bloqueou os benefícios de famílias com maiores indícios de estarem fora do perfil do programa. No entanto, se elas se enquadrarem no critério do Bolsa Família, devem procurar o gestor do Programa no Município e solicitar a atualização de sua renda no Cadastro Único.

Assim, o benefício será desbloqueado. Se a família realmente tem renda superior àquela prevista nas regras do Bolsa Família, o benefício será cancelado. Se porventura a renda informada no cadastro não for revisada no prazo de 90 dias, estes benefícios serão cancelados. Outras 3.429 famílias deverão ter sua renda familiar averiguada nos próximos meses no Estado. Estas famílias, que apresentam indícios de renda acima daquela exigida pelo Programa - mas não suficientemente fortes para justificar o bloqueio de benefícios - necessitam que seu cadastro seja verificado e atualizado pelos gestores municipais.

Nos casos dos benefícios em averiguação, as informações cadastrais devem ser alteradas no prazo de 90 dias. Após esse período, os benefícios que não tiverem as informações corrigidas serão bloqueados e se ainda assim não houver alteração na renda informada no Cadastro Único, serão posteriormente cancelados.

A cautela do Ministério ao não cancelar o benefício daqueles que na Rais têm renda superior àquela exigida para o Bolsa Família e, como primeira iniciativa, bloquear os benefícios e aguardar correções no cadastro, se deve à possibilidade de alteração de renda das famílias no período de 2004 a 2006. A parcela da população atendida pelo Bolsa Família tem renda e vínculos empregatícios muito instáveis e são mais suscetíveis a mudanças no mercado de trabalho. Além disto, as informações da Rais consideradas são de 2004 e 2005, uma vez que não estão ainda disponíveis as informações referentes ao ano de 2006. Ou seja, é possível que a situação identificada na Rais de 2005 não seja a situação atual das famílias.

No cruzamento de dados, a Secretaria utilizou a base dos cadastros processados até 30 de novembro de 2006 e dos benefícios correspondentes à folha de pagamento do Bolsa Família de janeiro de 2007 e comparou com a renda dos trabalhadores informada pelas empresas empregadoras nos anos de 2004 e 2005. A Rais traz informações sobre o mercado de trabalho formal brasileiro.

 

 

 

Mìdia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

VICENTINA SENDO REPRESENTADA NO RJ
Vicentina será representada no Internacional de Masters South América de Jiu-jitsu no Rio de Janeiro
POLITICA
'Falar que passa-se fome no Brasil é uma grande mentira', afirma Bolsonaro
NOVELA GLOBAL
Maria da Paz se recusa a enxergar caráter de Josiane em 'A dona do pedaço'
REGIME SEMIABERTO
Goleiro Bruno deve sair da cadeia no fim da tarde desta sexta-feira
CASO RARO
Bezerro de seis patas chama atenção moradores de Santa Helena – Veja Vídeo
MONSTRUOSIDADE
Vizinho é preso suspeito de estuprar e estrangular menina de 8 anos
CASA PRÓPRIA
Recurso de R$ 1 bilhão é destinado ao Minha Casa, Minha Vida
VIDA SAUDÁVEL
Homem mais velho do Brasil falece no Rio de Janeiro
BASTA DE IMPRUDÊNCIA
Enlutada pelas mortes, população deixa faixa contra imprudência na PR-082
VIOLENCIA
Motorista atropela manifestantes do MST e mata um idoso