Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 16 de novembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Um quarto dos deputados é pré-candidato a prefeito em 2008

27 Ago 2007 - 10h37
 

Um levantamento divulgado nesta segunda-feira (dia 27) pelo portal Congresso em Foco, revela que no que depender do apetite eleitoral dos deputados federais, a Câmara terá uma nova cara a partir de janeiro de 2009.

Um em cada quatro dos 513 deputados pretende disputar as eleições do ano que vem. A 13 meses da disputa, 133 parlamentares são pré-candidatos a prefeito.

Em reportagem assinada pelo jornalista Lucas Ferraz, o Congresso em Foco diz que as urnas devem atrair sobretudo os governistas. Só no PT, praticamente um terço dos 81 deputados está de olho em alguma prefeitura. No PCdoB, o gabinete municipal é cobiçado por dez de seus 13 representantes na Câmara. Ao todo, 40 parlamentares que fazem oposição ao governo Lula acenam com pré-candidaturas.

Das bancadas estaduais, a do Amapá é a que tem o maior número proporcional de pré-candidatos: cinco dos oitos representantes do estado. Em números absolutos, porém, essa marca fica com as representações da Bahia, com 16 pré-candidatos, seguidas pelas bancadas do Rio de Janeiro, com 15 pré-candidatos e de São Paulo, com 14.

O levantamento feito pelo Congresso em Foco nas lideranças partidárias e nos gabinetes dos próprios parlamentares revela uma disputa que irá se afunilar nos próximos meses. É bem provável, contudo, que o número efetivo de candidatos seja menor – inclusive com outros personagens. É que muitos partidos têm dois deputados interessados em governar as mesmas cidades, principalmente as capitais, que devem ter o maior número de parlamentares candidatos.

Em São Paulo, por exemplo, há cinco pré-candidatos deputados, todas da base aliada – Arlindo Chinaglia (PT), Aldo Rebelo (PCdoB), Paulinho Pereira (PDT), Luiza Erundina (PSB) e Celso Russomanno (PP).

No Rio e em Salvador, dois deputados do DEM brigam pela indicação do partido. Os pré-candidatos têm até 31 de setembro para trocar de legenda e concorrer nas próximas eleições. Na última eleição municipal, em 2004, 87 deputados federais disputaram o cargo de prefeito ou vice.

Desses, no entanto, apenas 19 (21,8%) tiveram sucesso nas urnas. As eleições de 2008, como se vê, serão uma prova de fogo para as atuais alianças partidárias. Em sua estréia nas urnas, o DEM (ex-PFL) articula hoje a pré-candidatura de 15 dos seus 60 deputados. Com duas cadeiras a menos na Casa do que seus colegas oposicionistas, os tucanos têm hoje 16 pré-candidatos na Câmara.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto
TRAGEDIA
Ex-prefeito é morto pelo pai após ser confundido com assaltante
ACIDENTE DE TRANSITO
Caminhão passa por cima de veículos e explode em grave acidente
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Marilda (Letícia Spiller) é flagrada nua e finge ser uma assombração
BNDS
“Se não abrir a caixa preta do BNDES, está fora!”, diz Bolsonaro sobre Levy
FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos