Menu
SADER_FULL
quarta, 23 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Ubes sugere novo fundo para cuidar da educação básica

11 Ago 2004 - 09h28
A União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) pretende apresentar uma proposta de reforma da Educação Básica, juntamente com a proposta de Reforma Universitária, que será entregue pela União Nacional dos Estudantes (UNE) ao ministro da Educação, Tarso Genro. As duas entidades entregarão os documentos, nesta quarta-feira (11), durante a manifestação em comemoração ao Dia do Estudante, na Esplanada dos Ministérios.

A proposta, intitulada “Nova Escola”, sugere que o Ministério da Educação (MEC) aumente o repasse de recursos para a criação do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) que substituiria o Fundo Nacional de Desenvolvimento e Manutenção do Ensino Fundamental (Fundef). O Fundeb pretende financiar a educação básica, abrangendo desde a educação infantil até o ensino médio. “Como vamos criar um fundo e aumentar o número de pessoas sem aumentar os recursos?”, questionou o presidente da Ubes, Marcelo Gavião.

Uma das preocupações dos estudantes secundaristas é a participação dos alunos nas eleições para a direção das escolas. Segundo Marcelo, os colegiados escolares ainda traduzem estruturas do tempo da ditadura militar, o que dificulta a participação popular na escolha dos dirigentes. Ele alerta para a impossibilidade de participação do aluno nos colegiados quando este faz parte do grêmio escolar e ainda dos professores, que sindicalizados, não têm direito ao voto no colegiado. “Procuramos estabelecer uma gestão mais democrática nos colegiados que estão no tempo do regime militar”, ressaltou ele.

O documento denuncia, ainda, a falta de vagas para jovens entre 15 e 17 anos, que deveriam estar cursando o ensino médio e também cita a última decisão do governo em reunificar o ensino médio e profissionalizante. São 10 milhões de jovens no país, enquanto existem 8,4 milhões de vagas disponíveis. “Queremos debater com o MEC todo o processo de montagem dessas escolas”, disse Gavião.
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho