Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 21 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

TST garante reajuste de 7% a 10% a servidores da Embrapa

25 Out 2004 - 15h51
Os 8.619 empregados da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) terão seus salários reajustados de forma escalonada, entre 7% e 10%, sobre os salários recebidos em abril deste ano. Os índices estão acima da proposta linear apresentada pela empresa, de 4,5%. A reposição foi assegurada em decisão unânime do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Os ministros seguiram o voto de João Oreste Dalazen, relator do dissídio coletivo ajuizado pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário (Sinpaf) contra a Embrapa. O relator destacou a perda acentuada de poder aquisitivo nos últimos anos e sua conseqüência para os quadros da Embrapa. "Tratando-se de profissionais altamente qualificados, dentre eles vários mestres e doutores, o êxodo, de que já se tem notícia, para a iniciativa privada, ou para outras entidades do governo, é conseqüência óbvia da depreciação dos salários", afirmou o ministro Dalazen, após mencionar a existência de 2.221 pesquisadores na empresa, dos quais 1.151 possuem doutorado. Diante da possibilidade de comprometimento da atuação institucional da Embrapa, o TST optou por uma recomposição salarial com sete diferentes índices, conforme as diversas funções técnicas dos empregados. Todos os percentuais são superiores à proposta feita pela direção da empresa de 4,5% de reajuste linear. "Na perspectiva apresentada, considerando-se os resíduos inflacionários acumulados desde 1998, que submeteram os empregados da Embrapa a uma grave perda de poder aquisitivo, reputa-se justa e razoável a concessão de reajuste salarial escalonado de 10% a 7%", sintetizou o relator do dissídio. As informações são da assessoria do TST.
 
 
Ultimas Noticias

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos