Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 25 de agosto de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

TSE vai participar de eleições no Equador

13 Ago 2004 - 07h48
O Tribunal Superior Eleitoral vai emprestar ao Equador 700 urnas eletrônicas que serão utilizadas nas eleições municipais daquele país no dia 17 de outubro próximo. As urnas, pertencentes a Justiça Eleitoral de Minas Gerais, deverão ser transportadas hoje para Quito em um avião do governo equatoriano.

O envio das urnas foi feito através de um convênio de cooperação técnica entre a Organização dos Estados Americanos (OEA) e o governo brasileiro. O acordo prevê também o envio de técnicos da Justiça Eleitoral do Brasil, e de equipamentos para que os eleitores equatorianos possam conhecer o novo sistema e não tenham dificuldade na hora de votar.

As urnas já foram testadas anteriormente com sucesso nas eleições do Paraguai, do México e da Argentina.

No próximo ano, o TSE deverá enviar urnas eletrônicas para as eleições marcadas em Honduras e na Costa Rica.

Segundo o presidente do TSE, ministro Sepúlveda Pertence, o envio dessas urnas representa a participação do Brasil no desenvolvimento da democracia dos países latino-americanos. Na sua opinião, o sistema eletrônico de votação é o principal passo para solidificação do processo eleitoral no continente americano,já que esse sistema superou todas as fraudes no processo de votação.

Ao ressaltar o dever do TSE em cooperar com os demais países da América Latina, Pertence lembrou que o tribunal não tem nenhum interesse mercantil no empréstimo das urnas. "A não ser o da contribuição permanente para a consolidação da democracia."

Em abril passado, o ministro Sepúlveda Pertence viajou para Quito, onde reúniu-se com o presidente Lúcio Gutiérrez, com os juízes do Tribunal Supremo Eleitoral do Equador, com parlamentares, além de representantes de partidos políticos, sindicatos e da imprensa.

Durante o encontro, o ministro explicou todo o funcionamento das máquinas de votar e destacou a rapidez, a transparência e a segurança do sistema eletrônico.

Para as autoridades equatorianas o apoio do TSE vai assegurar a credibilidade do processo eleitoral em seu país.

 

TSE

Deixe seu Comentário

Leia Também

A CASA CAIU
Homem pede divórcio ao descobrir que não é pai de nenhum dos nove filhos
ESTADO GRAVE
Homem ateia fogo em mulher e filha de 4 anos 80% do corpo queimado
SURPRESA E FÉ
Homem que morava em uma barraca ganha casa reformada
JUSTIÇA PROPRIAS MÃOS
Suspeito de ter estuprado criança é assassinado por lideranças de bairro
ASSISTA A REPORTAGEM
Família da modelo Mylena Mendes, que morreu em acidente faz protesto no Fórum
NOVELA GLOBAL
Régis confessa que forjou DNA de Arthur em 'A dona do pedaço'
FOGO NA AMAZONIA
Macron diz que Bolsonaro mentiu, e Europa ameaça retaliar Brasil
TURISMO
Curtir a Cidade Maravilhosa com pacotes de viagens baratos
FUTEBOL - PAIXÃO NACIONAL
Uma estrutura confiável para resultados de futebol
POSSE DE ARMA
Posse de arma em toda extensão da fazenda é aprovada e segue para sanção