Menu
SADER_FULL
quarta, 19 de setembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
DR. SHAPE
Brasil

TSE condena PSDB a pagar multa por site contra Dilma e PT

16 Jun 2010 - 08h33

O ministro Henrique Neves, do Tribunal Superior Eleitoral, condenou o PSDB ao pagamento de multa no valor de R$10 mil, por considerar que o site "Gente que Mente" veicula propaganda eleitoral negativa contra a candidata do PT, Dilma Rousseff e contra o partido.

Em decisão individual, em que pode ser alvo de recurso no plenário do tribunal eleitoral, Neves determina ainda a retirada de todos os comentários de viés negativo, em um prazo de 24 horas. Na avaliação do magistrado, o domínio registrado na internet pelos tucanos apresenta um conteúdo que "ultrapassa o campo da mera manifestação de opinião".

Ainda segundo o ministro do TSE, existem posts no site que visam a "denegrir a imagem do PT e de Dilma Rousseff", alem de haver textos que apontam que o candidato do PSDB ao Palácio do Planalto, José Serra, é o mais apto ao "exercício da presidência da Republica".

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou que o site "Gente que Mente", que é vinculado ao PSDB e traz críticas ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva e à pré-candidata petista à presidência da República, Dilma Rousseff, está amparado por lei.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ALCOOLISMO
Menino de 9 anos é expulso de casa pela mãe alcoólatra por se recusar a roubar, no DF
LATROCINIO
Tentativa de assalto termina com pai morto e filho baleado
MENOR INFRATOR
Cobradora é apedrejada em assalto e adolescente é detido pela 4ª vez
FAMOSIDADES
Justiça condena Deborah Secco por desvio de dinheiro público
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Severo vai morar com mendigos e vira vizinho de Agenor
CLUELDADE
Por mãe estar sem o celular, ladrão dá facada em bebê de 3 meses
ECONOMIA
Mercado financeiro já trabalha para traçar cenários sem Bolsonaro
PROCURA-SE
Adolescente desaparece e família recebe ligação misteriosa
TRAGÉDIA
Jovens irmãos morrem em grave acidente; caminhonete chegou a se partir ao meio
FAMOSIDADES
Justiça decreta prisão de Dado Dolabella por insulto à ex mulher