Menu
SADER_FULL
sábado, 23 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CONTAINER
Brasil

TSE alerta para e-mails falsos sobre cancelamento de títulos

3 Abr 2007 - 05h40
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) alerta que estão circulando e-mails em nome do tribunal comunicando o cancelamento de títulos eleitorais e solicitando a atualização de dados cadastrais. O TSE destaca, no entanto, que não envia e-mails a eleitores e, por isso, as mensagens devem ser apagadas, pois podem conter vírus.

Os eleitores em situação irregular com a Justiça Eleitoral não serão convocado por telefone, carta ou e-mail. A lista dos nomes que podem ter o título cancelado está sendo divulgada nos cartórios eleitorais. O prazo para regularizar a situação na Justiça Eleitoral termina no dia 26 de abril.

Fim do prazo

A quatro semanas do fim do prazo, apenas 42 mil eleitores regularizaram situação até a última sexta-feira. No total, 1,8 milhão de eleitores estão inadimplentes. Está em situação irregular quem não votou nem justificou a ausência nas três últimas eleições: o referendo de 2005 e o 1º e 2º turno das eleições de 2006.

Quem não regularizar o título eleitoral até o dia 26 deste mês terá o documento cancelado. Com isso, a pessoa pode não conseguir tirar o CPF, tomar posse no emprego caso passe em um concurso público, tirar passaporte, tomar empréstimo em bancos do governo ou até ficar sem a matrícula em instituições de ensino.

Para regularizar a situação, a pessoa tem de procurar um cartório eleitoral com o título de eleitor e pagar uma multa de cerca de R$ 3 por turno. Segundo a assessoria do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o juiz eleitoral pode até dispensar o pagamento da multa, dependendo da condição socioeconômica do eleitor.

Na página do TSE na internet, é possível verificar a situação do título de eleitor e os procedimentos para regularizar o documento. Desde fevereiro, o tribunal disponibiliza a lista dos nomes dos eleitores em débito nos cartórios eleitorais de todo o País.

Em São Paulo, maior colégio eleitoral do País com mais de 28 milhões de votantes, possui o maior número absoluto de títulos em situação irregular: 381.655. Foi em São Paulo que houve também a maior procura para a regularização: 9.701 eleitores já compareceram aos cartórios.

 

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDOFILIA
Babá de 15 anos recebia dinheiro para ter relações com patrão
PREOCUPANTE
Mineradora declara situação de emergência em barragem de Araxá
INTOLERANCIA RELIGIOSA
Delegado solicita ida à casa do 'BBB 19' para interrogar Paula, investigada por intolerância
RESUMO DAS NOVELAS
Mercedes convoca Murilo para uma conversa
CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico