Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 18 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Trigo tem perda de 70% em Dourados

2 Set 2004 - 17h08
A colheita de trigo e milho na safrinha já registra novo prejuízo aos produtores rurais de toda a região de Dourados. A colheita, que deveria ser a salvação das lavouras após a safra de soja - com quebra de 70% -, apenas trouxe mais prejuízos e preocupação aos agricultores. De acordo com a Aeagran (Associação dos Engenheiros Agrônomos da Grande Dourados), o trigo, com área plantada de 100 mil hectares na região, teve uma quebra de safra em torno de 70%. "Novamente os fatores climáticos prejudicaram a produção. Desta vez, o excesso de chuvas trouxe doenças, que praticamente dizimaram as plantações", afirmou o presidente da Aeagran, Ângelo Ximenes.

Assim como o trigo, o milho também sofreu os impactos climáticos do inverno. As geadas no mês de junho prejudicaram o desenvolvimento da planta, que estava em fase de formação de espigas. "A colheita da safrinha foi um verdadeiro desastre. Agora, a próxima safra será marcada pela cautela e assistência técnica reforçada", declarou o engenheiro agronomo.

O milho, com 80 mil hectares plantados, terá colheita entre 25 e 55 sacas por hectare. Para o trigo, a previsão é de 30 sacas por hectare.

Cotação
De acordo com Ximenes, a próxima safra acontece ainda este mês, com a plantação de milho, e em outubro, na safra de soja. Segundo ele, a recuperação do prejuízo só poderá ser feita com uma colheita de qualidade e bons preços. "Os agricultores já investiram em insumos, sementes e maquinários. Agora, o preço da safra colhida deverá ser bastante alto, para compensar os prejuízos anteriores", afirmou.

A saca de soja, atualmente, está sendo cotada por aproximadamente US$ 12. A expectativa é que o milho seja cotado na casa dos R$ 14; trigo a R$ 20 e a soja por R$ 37.

Prejuízo
O agricultor Valdemir Souto Qualhoto já contabiliza os novos prejuízos obtidos com a safrinha. Ele prevê uma colheita inferior a 20 sacas de milho e trigo por hectare plantado. Ele conta que plantou 300 hectares de milho e 160 hectares de trigo em uma propriedade em Dourados. Agora, a expectativa é recuperar o prejuízo acumulado na próxima safra de soja. "Tivemos duas quebras de safra acumuladas e esperamos que a próxima colheita seja bastante proveitosa", afirmou o produtor.
 
MS Notícias

Deixe seu Comentário

Leia Também

CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado
INSPIRAÇÃO
Idoso se forma em Direito aos 94 anos, após morte da esposa
POLEMICA
Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem atira em esposa e se mata com granada
SUPERAÇÃO
Pedreiro cadeirante enfrenta difilculdades e sustenta a família trabalhando em obras
GASES MORTAIS
Homem morre após segurar peidos na casa da namorada
REALITY SHOW
'BBB 19': Danrley diz ser virgem, e irmã brinca: 'Nem no signo'