Menu
SADER_FULL
quinta, 21 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

TRE começa analisar a lei “ficha limpa” em Mato Grosso do Sul

27 Jul 2010 - 13h18Por O Progresso

O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de Mato Grosso do Sul começou  a julgar os 371 pedidos de candidaturas individuais, exceto das duas coligações e de um partido isolado, o PSOL, que montou chapas puras para concorrer a todos os cargos. Das coligações e do PSOL, os pedidos foram deferidos durante sessão do TRE na semana passada.

Os pedidos de candidaturas, impugnações e "ficha limpa" serão julgados paralelamente. Os julgamentos continuam até dia 5 de agosto, quando encerra o prazo estipulado pela Justiça Eleitoral.

Um dos candidatos que estão sendo julgados com base no Ficha Limpa é o deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT), que postula o Senado na chapa do ex-governador Zeca do PT. O pedetista foi condenado pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul por improbidade administrativa.

O atraso para o início dos julgamentos individuais ocorreu porque o TRE teve que intimar pelo menos 90% dos pré-candidatos que entraram com pedido de candidatura, por causa de documentação irregular.

Os pré-candidatos que não atenderem a intimação do TRE/MS em 72 horas, a partir do recebimento, pode ter a candidatura indeferida, por absoluta falta de prova com relação à inexistência de hipótese de inelegibilidade.

Apresentada a documentação pertinente, será examinada se a candidatura preenche, ou não, os requisitos legais, inclusive os relativos à Lei da Ficha Limpa.

Para o presidente do TRE, o desembargador Luiz Carlos Santini, muitas das situações apontadas demonstram desrespeito à legislação eleitoral, desconsideração com o poder judiciário e evidenciam a desorganização de alguns partidos e coligações.

Só a Procuradoria Regional Eleitoral em Mato Grosso do Sul (PRE/MS) ajuizou 71 impugnações. Grande parte delas tem como fundamento a falta de prova da desincompatibilização de servidores públicos pré-candidatos. Outros motivos são as condenações criminais e julgamentos de contas pelo Tribunal de Contas do Estado e da União.

A maioria dos pedidos de registro foram feitos sem a apresentação dos documentos necessários exigidos pela Resolução TRE nº 428/2010, demonstrando que coligações, partidos e candidatos não apresentaram devidamente os documentos, descumprindo a legislação.

O PRE/MS explica que só com apresentação da documentação completa exigida, principalmente as certidões negativas cíveis e criminais, é que poderá ser realizada com clareza análise pelo deferimento, ou não, da candidatura, principalmente se houve o atendimento da chamada Lei da Ficha Limpa.

IMPUGNAÇÕES

Para o presidente do TSE, Ricardo Lewandowski, a implementação da Lei da Ficha Limpa deve provocar a impugnação de até 15% das candidaturas este ano.

"A ficha limpa pegou, sem dúvida nenhuma. Estou fazendo um cálculo que essas impugnações devem corresponder entre 10% a 15% dos registros de candidaturas. Isso é algo esperado, está dento do normal e a Justiça Eleitoral dará uma resposta rápida a essas impugnações".

O presidente do tribunal disse também que a lei prevê algumas hipóteses de inelegibilidades e ao que, até o momento, todas as impugnações estão baseadas na Lei da Ficha Limpa.

"Vamos examinar todas essas impugnações e o que pode, de certa maneira, tranquilizar a todos que acompanham essas impugnações é que, no momento, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e o STF (Supremo Tribunal Federal) chegaram a um consenso em relação a certas teses, os processos serão julgados rapidamente", disse o ministro, em relação ao prazo para a Justiça Eleitoral julgar todos os casos de inelegibilidade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'
LARANJADA
Deputados do PSOL distribuem laranjas na chegada de Bolsonaro à Câmara
AMOR A PROFISSÃO
Pedreira caprichosa viraliza com trabalho detalhista e ganha novos clientes
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
O Boticário apresenta Quasar Brave, venha conferir no O Boticário em Fátima do Sul
SUPERAÇÃO
Jovem que morou 5 anos nas ruas se forma em Direito