Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 21 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Travesti com HIV ataca funcionárias de hospital no DF

22 Jun 2010 - 08h10Por Agência Estado

O travesti Osmair Miliano Pinto, de 28 anos, conhecido como "Maíra", foi preso, ontem, após atacar três funcionárias no interior do Hospital Regional da cidade de Ceilândia (DF), a 25 quilômetros de Brasília.

Extremamente irritado com a demora no atendimento de uma colega por ele levado até o hospital, Osmair, portador do vírus HIV, por volta das 13h30, entrou numa salinha, tomou posse de uma seringa, retirou o próprio sangue, saiu gritando pelo corredor e atacou primeiro a enfermeira-chefe na mão esquerda, que tentou segurá-lo.


Ao também tentar conter o travesti, uma técnica de enfermagem foi mordida no braço esquerdo por Osmair, que se viu impossibilitado de injetar o sangue na segunda vítima. Outra funcionária foi chutada pelo criminoso, que finalmente foi imobilizado por um policial militar.


As duas funcionárias feridas pelo travesti tomaram o coquetel antiaids logo após o ataque e praticamente não correm risco de serem infectadas. "Ele vai responder por duas tentativas de homicídio qualificado. A pena em cada tentativa é de 12 a 30 anos, com redução de um a dois terços porque foram tentativas e não homicídios consumados", afirmou o delegado Onofre de Moraes, chefe da 15ª Delegacia, de Ceilândia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação