Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 17 de dezembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Trabalhadores de carvoarias quer negociar reajuste salarial

20 Jul 2004 - 13h17
 

Os trabalhadores das carvoarias e indústria extrativa de Mato Grosso do Sul, que estão há 6 anos sem negociação do acordo coletivo de trabalho, vão tentar reabrir o processo de negociação com o patronato do setor, representado pela Fiems (Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul”. De acordo com Marcos Vinício Marin, presidente do Sitiemc/MS (Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores nas Indústrias Extrativas, Mineração, Madeiras e Carvão Vegetal de Mato Grosso Sul), o segmento é um dos que mais tem problemas de violação da legislação trabalhista, péssimas condições de trabalho, exploração do trabalho infantil e até trabalho escravo e encontrava-se sem representação, pois o sindicato da categoria encontrava-se desarticulado.

Conforme Marin, a entidade ficou muito tempo fechada, sem direção e “agora estamos reconstruindo a nossa organização sindical, elegemos uma nova diretoria e queremos reabrir o processo de negociação”. Ele informa também que o sindicato está em franco processo de reorganização, realizando campanha de filiação e organizando os trabalhadores da indústria extrativa de Mato Grosso do Sul. “Queremos respeito à legislação trabalhista, com melhores salários e condições de trabalho. Os carvoeiros têm seus direitos. O que é preciso é mais fiscalização para que a lei seja respeitada e um novo acordo coletivo de trabalho.”

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Sóstenes cometeu crime por amor a Luz
ABUSO SEXUAL
João de Deus se entrega para a polícia
ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Robério beija Marcos Paulo e a agride ao descobrir que ela é trans
DESTAQUE MUNDIAL
Dois brasileiros estão no Top 50: melhores professores do mundo
JUSTIÇA - WHATSAPP
Administradora de grupo no WhatsApp, foi “condenada” á pagar 3 mil por discussão de membros