Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 15 de setembro de 2019
SADER_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Trabalhadores de carvoarias quer negociar reajuste salarial

20 Jul 2004 - 13h17
 

Os trabalhadores das carvoarias e indústria extrativa de Mato Grosso do Sul, que estão há 6 anos sem negociação do acordo coletivo de trabalho, vão tentar reabrir o processo de negociação com o patronato do setor, representado pela Fiems (Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul”. De acordo com Marcos Vinício Marin, presidente do Sitiemc/MS (Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores nas Indústrias Extrativas, Mineração, Madeiras e Carvão Vegetal de Mato Grosso Sul), o segmento é um dos que mais tem problemas de violação da legislação trabalhista, péssimas condições de trabalho, exploração do trabalho infantil e até trabalho escravo e encontrava-se sem representação, pois o sindicato da categoria encontrava-se desarticulado.

Conforme Marin, a entidade ficou muito tempo fechada, sem direção e “agora estamos reconstruindo a nossa organização sindical, elegemos uma nova diretoria e queremos reabrir o processo de negociação”. Ele informa também que o sindicato está em franco processo de reorganização, realizando campanha de filiação e organizando os trabalhadores da indústria extrativa de Mato Grosso do Sul. “Queremos respeito à legislação trabalhista, com melhores salários e condições de trabalho. Os carvoeiros têm seus direitos. O que é preciso é mais fiscalização para que a lei seja respeitada e um novo acordo coletivo de trabalho.”

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSASSINATO
PM é torturado e morto após circular boato de que seria 'estuprador'
JULGAMENTO
PMs acusados de chacina taparam câmera de segurança antes do crime
CASO DE POLÍCIA
Catador de reciclável recebe mochila com bebê congelado dentro
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo morre após carro bater em árvore em rodovia de MS
FAMOSOS
David Brazil causa ao expor bumbum de Anitta sem ela saber
ACIDENTE FATAL
Câmera de segurança registrou acidente fatal de enfermeira. VEJA O VÍDEO
MONSTRUOSIDADE
Homem que matou mãe e filha em Cascavel escreveu carta. Bebê tomou mamadeira “batizada”
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mulher e marido são presos suspeitos de estuprar menina de 11 anos que dormia na casa deles
SUPERSTIÇÃO
Primeira sexta-feira 13 do ano com noite de lua cheia pode ser perigosa, alerta taróloga
ESPORTE
Poderá o poker se tornar olímpico?