Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 23 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Trabalhador poderá ser liberado no dia do aniversário

3 Jul 2004 - 08h48
A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aprovou o parecer do deputado Luciano Castro (PFL-PR), ao Projeto de Lei 3054/04 que autoriza a liberação do empregado no dia do seu aniversário. A proposta, de autoria do deputado Daniel Almeida (PCdoB-BA), só beneficia funcionários regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), e não atinge, portanto, os servidores públicos. De acordo com o relator, "no Brasil, o aniversário é comemorado, pela família e pelos amigos, sendo, pois, justificável que o trabalhador fique livre para celebrar a data, sem ter que se preocupar com as obrigações do dia-a-dia," afirma.

Satisfação do trabalhador
A CLT já permite que o empregado falte, sem prejuízo do salário, no falecimento de pessoa da família, casamento, nascimento de filho, doação voluntária de sangue, alistamento eleitoral e militar, realização de exame vestibular e comparecimento em juízo. "Diferentemente da opinião de muitos economistas que vêem o tempo não-trabalhado, previsto na nossa legislação, como custo, entendemos que as ausências remuneradas ao serviço acabam por aumentar a produtividade da empresa, em virtude de melhorar o nível de satisfação do trabalhador", resume Daniel Almeida.
 
Agência Câmara

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'