Menu
LIMIT ACADEMIA
quinta, 20 de setembro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Tite recua e pode permanecer no Corinthians

3 Dez 2004 - 14h49
O técnico Tite mudou o seu discurso na manhã desta sexta-feira e admitiu que poderá permanecer no Corinthians mesmo após a parceria entre o clube e o MSI. O treinador, no entanto, quer saber quem irá comandar o futebol do clube.

"Tenho vontade de permanecer no Corinthians, mas preciso saber quem irá mandar no clube. Se será o MSI ou algum dirigente do Corinthians", afirmou Tite, que elogiou o clube. "Tenho um carinho e um respeito grande pela torcida e pelos dirigentes", disse, em entrevista à rádio Jovem Pan.

Recentemente, o treinador havia dito que não trabalharia com o MSI. Ele ficou irritado com as reuniões entre os representantes do grupo de investimentos. Apesar do aparente recuo nas declarações de Tite, os ressentimentos com a parceira ainda continuam.

"Antes do técnico, tem o homem, o Adenor (primeiro nome do treinador)", disparou.

Tite também descartou um contato com o Santos para substituir Vanderlei Luxemburgo em 2005. Ele admitiu, no entanto, que seu empresário, Gilmar Veloz, foi procurado por clubes.

"Eu não vou falar com ninguém no momento. Não é porque eu quero ser bonzinho. É porque este é o meu jeito. Eu me recuso a conversar com qualquer pessoa antes que a minha situação no Corinthians seja definida", disse Tite.

Luxemburgo

O técnico do Santos, Vanderlei Luxemburgo, reafirmou que teve encontros com representantes do MSI (Kia Joorabchian, o presidente, e Renato Duprat, o intermediário), no entanto, desta vez, fez questão de lembrar que não assinou contrato com o Corinthians e que só volta a conversar sobre negociações quando acabar seu contrato com o time da Baixada, no final deste ano.

"Não tenho nada assinado com o Corinthians. Encontrei o Kia e o Renato Duprat em um jantar e o presidente do Santos, Marcelo Teixeira, sabe disso. Depois, vieram contatos dizendo que o Kia queria me contratar. Eu disse que tudo bem, mas não era o momento de falar nisso" contou Luxemburgo, em entrevista à TV Bandeirantes.

"O Corinthians quer me contratar, mas não temos nada ainda e só vou discutir isso quando terminar meu contrato com o Santos", emendou.

As reuniões com Kia e Duprat, agora admitidas por Luxemburgo, irritaram o atual técnico do Corinthians, Tite, que chegou a dizer que Luxa não tinha ética. O santista, então, respondeu.

"Não concordo que ele (Tite) questione minha ética, meu caráter e minha dignidade. Não dou esse direito a ele, que não me conhece. Ele tem que conhecer a pessoa primeiro antes de falar. Ele pode até discutir algo profissionalmente, mas caráter não", finalizou Luxemburgo.

Com Lancepress

Deixe seu Comentário

Leia Também

REALITY SHOW
“A Fazenda 10”: Gabi Prado passa mal e Nadja vira alvo dos participantes
SURRA
Video: Homem faz proposta sexual e é agredido de cinta no meio da rua
REALITY SHOW
Em 1ª dia de 'A Fazenda', Ana Paula ganha carro e vira meme
ABANDONO
Dois dias sem comer: irmãos de 2 e 4 anos são encontrados sozinhos em casa
PESQUISA ELEITORAL
Ibope: Haddad cresce em todos os segmentos; Bolsonaro só entre os mais ricos
BARBÁRIE
Corpo de Adolescente desaparecida há 11 dias é encontrado em Lixão
NOVELA GLOBAL
Karola e Laureta viram inimigas mortais em ‘Segundo sol’, e traz sérias consequências para ambas
ALCOOLISMO
Menino de 9 anos é expulso de casa pela mãe alcoólatra por se recusar a roubar, no DF
LATROCINIO
Tentativa de assalto termina com pai morto e filho baleado
MENOR INFRATOR
Cobradora é apedrejada em assalto e adolescente é detido pela 4ª vez