Menu
SADER_FULL
RIO_DOURADOS
Busca
SUCURI_MEGA
Brasil

Termina hoje cadastramento de agricultor no Bolsa Estiagem

20 Ago 2004 - 07h08
Termina amanhã o prazo para cadastramento dos agricultores familiares que poderão receber a Bolsa Estiagem. A ação é coordenada pelo Ministério da Integração Nacional, com o apoio do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). O objetivo é atender famílias que não receberam os créditos de custeio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) na safra 2003/2004 e estão em situação de risco alimentar, em função de perdas causadas pela seca nos estados da região sul e Mato Grosso do Sul.

Cada família beneficiada pela medida receberá, em parcela única, um auxílio de R$ 300, sem a necessidade de reembolso. Serão concedidas 65.898 mil bolsas, num total de R$ 19,7 milhões. Ao todo, são 549 municípios atendidos pelo Governo Federal com medidas emergenciais para minimizar os efeitos da seca – 347 no Rio Grande do Sul, 155 em Santa Catarina, 32 no Paraná (32) e 15 no Mato Grosso do Sul.

A lista dos municípios foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) do dia 23 de julho e cada um deles terá direito a um número de bolsas fixado pelo governo. A relação será divulgada a partir do dia 26, pelos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural Sustentável. O Banco do Brasil estará encarregado de efetuar o pagamento do benefício, entre 15 de setembro e 30 de novembro.

Para ter direito à Bolsa Estiagem, o agricultor precisa: se enquadrar no grupo A, B ou C do Pronaf; ter renda média mensal de até dois salários mínimos; declarar perda de pelo menos 50% das culturas de soja, milho, feijão, algodão, arroz, mandioca ou banana causada pela estiagem ou pelo Ciclone Catarina, ocorrido no final de março, e ter cadastro de pessoa física (CPF) e carteira de identidade.

Os agricultores devem procurar a entidade prestadora de assistência técnica e extensão rural do município, para fazer o cadastramento. Os documentos serão enviados aos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural Sustentável, ou entidade equivalente, que farão a escolha dos beneficiários.

O Comitê Gestor Interministerial, encarregado das questões emergenciais, estabeleceu as prioridades para a seleção: ter menor renda, discriminada na Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP); ter maior número de dependentes; não ser proprietário do imóvel onde desenvolve suas atividades; ocupar mais mão-de-obra familiar; não participar de qualquer outro programa permanente de transferência de renda do Governo Federal (como o Bolsa Família e o Bolsa Escola); e ser mulher chefe de família.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FUTEBOL 2018
Uma previsão do que esperar do ano profissional do Neymar em 2018
BBB 18
Ex-BBB Wagner faz tatuagem de rosa amarela em homenagem a Gleici. Veja!
Novela Global
'O Outro Lado do Paraíso': Gael depõe contra a mãe, Sophia, em julgamento
O Apocalipse
Oziel (Castrinho) fica abalado ao ouvir as Duas Testemunhas do Apocalipse
Em cima da hora
Policiais impedem estupro de garota, veja o vídeo
Natalidade
Bebê “apressadinho” nasce dentro de carro com ajuda de agentes
Novinha
Carlos Alberto da "Praça é Nossa" vai se casar em junho com nutricionista 44 anos mais jovem
LOTERIAS NO BRASIL
Você conhece as loterias do Brasil?
Novela
Com ciúme, Neymar lamenta volta de par romântico de Bruna Marquezine à novela das sete
Famosidades
Michel Teló cancela gravação de programa depois de passar mal