Menu
SADER_FULL
domingo, 25 de agosto de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Teixeira diz que nenhum estádio do País está apto para a Copa

25 Abr 2007 - 09h41
 

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, disse onte à tarde na Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul, que nenhum estádio do País tem condições atualmente de receber jogos de uma Copa do Mundo. O cartola veio ao Estado para fazer a entrega ao governo do Estado, Assembléia Legislativa, Federação de Futebol (FFMS) e prefeitura da Capital, do Caderno de Encargos da FIFA, para o Mundial de 2014, que o Brasil como candidato único para sediá-lo.

Com a entrega do Caderno de Encargos, Mato Grosso do Sul entra no rol das cidades que postulam ser uma sede ou sub-sede da Copa do Mundo de 2014. As cidades que poderiam receber as partidas, seriam Campo Grande, com o Estádio Morenão, que tem capacidade para 45 mil pessoas, e Dourados, com o Estádio Dourados, que tem condições de receber até 30 mil torcedores.

Teixeira disse que Mato Grosso do Sul tem todo o direito de pleitear uma sede ou sub-sede do Mundial, e lembrou que várias questões serão analisadas pelas FIFA para a escolha das cidades que receberão os jogos do Mundial. “Será analisada a questão do turismo, da infra-estrutura dos estádios, a rede hoteleira, telecomunicações, transportes”, disse ele, completando que até novembro a entidade máxima do futebol define o País que sediará o mundial, e que depois existe um prazo de mais um ano e meio para a definição das sedes e sub-sedes locais.

O presidente da CBF deixou a entender ainda que se o Estado não receber uma sede ou sub-sede da Copa, pode vir a receber jogos da Seleção Brasileira, seja em partidas amistosas, das eliminatórias da Copa ou preparatórias para a Copa.

Força-tarefa

Uma verdadeira força-tarefa foi montada para recepcionar o presidente da CBF em Mato Grosso do Sul. Participaram diretamente o presidente da Assembléia, Jérson Domingos (PMDB), o prefeito Nelson Trad Filho (PMDB), o vice-governador Murilo Zauith (DEM), o presidente da Câmara da Capital, Edil Albuquerque, e o presidente da FFMS, Francisco Cezário de Oliveira.

Jérson disse que toda a sociedade sul-mato-grossense não medirá esforços para que o Estado receba algumas partidas do Mundial, enquanto que Zauith prometeu empenho do governo do Estado para tornar viável o projeto. O vice-governador aproveitou para lembrar que serão poucas cidades do País que terão o privilégio de sediar jogos da Copa, e que com o empenho de todos o ‘sonho’ se concretizará.

Homenagem

Pouco antes de entregar o Caderno de Encargos ao presidente da Assembléia e ao vice-governador, o presidente da CBF recebeu do presidente da Câmara e do vereador Vanderlei Cabeludo (PMDB) a medalha do mérito legislativo municipal, pelo trabalho em prol do desenvolvimento do futebol no País.

 

 

TV Morena

Deixe seu Comentário

Leia Também

A CASA CAIU
Homem pede divórcio ao descobrir que não é pai de nenhum dos nove filhos
ESTADO GRAVE
Homem ateia fogo em mulher e filha de 4 anos 80% do corpo queimado
SURPRESA E FÉ
Homem que morava em uma barraca ganha casa reformada
JUSTIÇA PROPRIAS MÃOS
Suspeito de ter estuprado criança é assassinado por lideranças de bairro
ASSISTA A REPORTAGEM
Família da modelo Mylena Mendes, que morreu em acidente faz protesto no Fórum
NOVELA GLOBAL
Régis confessa que forjou DNA de Arthur em 'A dona do pedaço'
FOGO NA AMAZONIA
Macron diz que Bolsonaro mentiu, e Europa ameaça retaliar Brasil
TURISMO
Curtir a Cidade Maravilhosa com pacotes de viagens baratos
FUTEBOL - PAIXÃO NACIONAL
Uma estrutura confiável para resultados de futebol
POSSE DE ARMA
Posse de arma em toda extensão da fazenda é aprovada e segue para sanção