Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 22 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

TCE multa seis prefeitos, incluindo Lanzarini e Tetila

2 Set 2004 - 17h12
 

O TCE (Tribunal de Contas do Estado) declarou ilegais e irregulares contratos firmados em seis prefeituras do Mato Grosso do Sul. Em algumas delas o tribunal condenou até mesmo o processo licitatório. Entre as infrações, está a da Prefeitura de Dourados, a segunda maior do Estado. O prefeito de Inocência, José Arnaldo Ferreira de Melo (PTB), terá de pagar uma multa de 50 uferms, R$ 525, por executar irregularmente um contrato que teve como beneficiária a micro-empresa José Ivo Bernardes de Souza.

O prefeito de Dourados, Laerte Tetila (PT), pagará uma multa no dobro deste valor, além de ter que reembolsar com a devida correção monetária os cofres públicos de um empenho de 2001, cujo montante de R$ 7.941,40 foi impugnado. O prefeito de Bodoquena, Ramão Francisco Anis Martins (PMDB), terá de pagar duas multas que totalizam 100 uferms, R$ 1,05 mil. Metade do valor é penalidade contra a execução e outra metade é pela não prestação de contas em dois contratos firmados em 2002, com as empresas Seular Mercearia e Materiais de Construção e Bodoquena Materiais de Construção.

Em outras três prefeituras, além dos contratos serem condenados pelo TCE, o processo licitatório também foi julgado irregular. Uma delas é a de Bela Vista, onde o prefeito Luiz Carlos Cunha Tebicherane (PT), terá de pagar uma multa de 100 uferms, R$ 1,05 mil pela grave infração na licitação e na formulação de um contrato no ano passado. O mesmo ocorre com o prefeito de Paranhos, Heliomar Kablunde (PSDB), e com o prefeito de Amambai, Dirceu Lanzarini (PL). Todos têm 20 dias para depositar o valor da multa e um mês para ressarcir os cofres no caso em que há impugnação, prazos que começaram a contar em 31 de agosto.


 
 
Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação