Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 20 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Suspensão de Fábio Costa abre espaço para Rubinho

19 Jul 2004 - 17h12
O goleiro Rubinho, do Corinthians, mostrou cautela ao comentar sobre sua participação como titular na próxima partida do Corinthians pelo Campeonato Brasileiro, contra o Internacional, terça-feira, no estádio do Pacaembu.

"Estou bem, trabalho e treino todos os dias e espero superar a falta de ritmo com uma boa orientação da zaga e um bom posicionamento", explicou, em entrevista à rádio Jovem Pan, o goleiro que veio das categorias de base do Corinthians.

Rubinho deve ser o titular da equipe após a suspensão do goleiro Fábio Costa, na partida de sábado, pela 16ª rodada do Nacional, contra o Vitória. O goleiro levou cartão vermelho após fazer sinal para a torcida de que o árbitro Héber Roberto Lopes estava roubando.

Suspenso pela primeira vez no Brasileiro, Fábio Costa dá lugar a Rubinho, que jamais conseguiu se firmar como titular absoluto da equipe do Parque São Jorge.

Apesar da condição de reserva, o goleiro espera pela oportunidade de se firmar na equipe corintiana. "Tenho que ter paciência e sabedoria e saber esperar o momento para poder jogar", explicou.
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

SUPERAÇÃO
Jovem que morou 5 anos nas ruas se forma em Direito
FENÔMENO
Maior superlua de 2019 iluminará o céu nesta terça, 19
FAMOSIDADES
Padre sertanejo acusado de ostentação cobra entrada de idosos para assistir programa
ACIDENTE FATAL
Adolescente é atropelada quando levava pai em cadeira de rodas, veja o vídeo
VIOLENCIA DOMESTICA
'Não consigo reconhecê-la', diz irmão de mulher espancada no 1° encontro
O REI ROBERTO CARLOS
Roberto Carlos vestiu rosa e se mostrou contrário a projeto de Jair Bolsonaro
BRIGA NO PLANALTO
Magoado e traído, Bebianno não vai poupar filho de Bolsonaro
TRÁGICO
Mãe do piloto de Ricardo Boechat morre três dias após o filho
OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa