Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 18 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

SUS vai atender mulheres vítimas de violência sexual

5 Out 2004 - 13h25
 

Os médicos do Sistema Único de Saúde (SUS) poderão ter autorização para fazer o exame de corpo de delito das vítimas de violência sexual. É o que prevê projeto de lei em tramitação na Câmara dos Deputados. Hoje, na maior parte do país, esse exame só é realizado no Instituto Médico Legal (IML).

A autora do projeto, deputada Ann Pontes (PMDB-PA), acredita que essa mudança deve aumentar o número de denúncias. “O que ainda é um grande empecilho para termos um levantamento de quantas pessoas sofrem violência sexual é que a grande maioria das vítimas não procura fazer o exame de corpo de delito”, afirmou.

Com os dados estatísticos deficientes, a deputada disse que o combate a esse tipo de crime também é prejudicado. A técnica em saúde da mulher do Ministério da Saúde, Iolanda Vaz Guimarães, afirmou que essa prática já vem sendo adotada em alguns hospitais do país. Em Curitiba (PR), oito ginecologistas foram treinados por médicos legistas para que eles possam fazer a perícia, através do chamado laudo indireto.

 

ABr

Deixe seu Comentário

Leia Também

CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado
INSPIRAÇÃO
Idoso se forma em Direito aos 94 anos, após morte da esposa
POLEMICA
Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem atira em esposa e se mata com granada
SUPERAÇÃO
Pedreiro cadeirante enfrenta difilculdades e sustenta a família trabalhando em obras
GASES MORTAIS
Homem morre após segurar peidos na casa da namorada
REALITY SHOW
'BBB 19': Danrley diz ser virgem, e irmã brinca: 'Nem no signo'