Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 21 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Subcomissão pode centralizar debate do salário mínimo

20 Set 2004 - 11h05
A Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público pode criar uma subcomissão para debater propostas que prevêem a recuperação do salário mínimo e do poder de compra do trabalhador. Hoje o valor do mínimo é R$ 260. O requerimento que pede a criação dessa subcomissão foi apresentado pelo presidente da Comissão de Trabalho, deputado Tarcísio Zimmermann (PT-RS) e deve ser votado após as eleições municipais de 3 de outubro.
O deputado explica que a idéia é promover uma ampla discussão envolvendo parlamentares, empresários, representantes do Governo, dos executivos estaduais e municipais, centrais sindicais e outras entidades ligadas aos trabalhadores.

Metodologia
Tarcísio Zimmermann afirma que, se o Governo já tivesse definido há 20 anos uma metodologia de cálculo para o salário mínimo, como a que será adotada em 2005, baseada no crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) per capita mais a correção da inflação, o valor do piso nacional estaria em torno de R$ 400. O deputado defende que, além de debater propostas para melhoria do salário mínimo a longo prazo, a nova subcomissão trace estratégias emergenciais que garantam um aumento de 10% a 15% para o menor salário do País. "Se nós trabalharmos com uma recuperação real de 7% a 8% a cada ano, isso poderá proporcionar um valor aceitável, porque, hoje, o valor do salário mínimo é inaceitável para as necessidades do povo", avalia Zimmermann.

Debates no Executivo
O parlamentar elogiou a iniciativa do Governo de também promover uma série de debates com centrais sindicais e confederações empresariais sobre o assunto. A partir daí, as propostas que obtiverem consenso entre patrões e trabalhadores vão se transformar em projetos a serem encaminhados ao Congresso Nacional.
 
 
Agência Câmara

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação