Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 19 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Soja e Cana puxam faturamento agrícola em MS

21 Out 2010 - 17h23Por Diário MS
A atividade agrícola teve faturamento superior a R$ 4,3 bilhões no ano passado em Mato Grosso Sul, conforme a pesquisa PAM (Produção Agrícola Municipal), divulgada ontem pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Quase 80% da riqueza agrícola do Estado foi gerada pela soja e pela cana-de-açúcar.

A oleaginosa continua sendo a cultura campeã em faturamento no Estado. A cultura é responsável por quase 60% do faturamento total do setor agrícola no ano passado em MS. Segundo o IBGE, em 2009, a produção de 4,04 milhões de toneladas de soja rendeu aproximadamente R$ 2,6 bilhões aos produtores de MS.
 
A área de plantio da cultura chegou a 1,71 milhão de hectares. O rendimento médio foi de 2.367 quilos de soja por hectare.

A expansão do setor sucroalcooleiro em MS já coloca a cana-de-açúcar como a cultura com o segundo maior faturamento no Estado. No ano passado, de acordo com o IBGE, a cana rendeu R$ 823,2 milhões. A produção atingiu um total de 25,2 milhões de toneladas. No total, a cana ocupou 285,9 mil hectares em 2009. O rendimento médio foi de 88.213 quilos por hectare plantado.

O milho teve o terceiro maior faturamento. Com uma produção de 2,1 milhões de toneladas durante a 1ª e 2ª safra, a cultura gerou uma riqueza de R$ 515,6 milhões. A área de plantio do milho em MS no ano passado foi de pouco mais de 936 mil hectares. O quarto maior faturamento foi do algodão, que produziu o equivalente a R$ 126,5 milhões, seguido pelo arroz (R$ 98,7 milhões), mandioca (R$ 68,3 milhões) e sorgo (R$ 37,5 milhões).

PERMANENTES

Entre as culturas permanentes, que englobam as lavouras de longa duração, que após a colheita não necessitassem de novo plantio, o destaque no Estado no ano passado foi a banana. A cultura teve um faturamento de R$ 7,8 milhões. A banana ocupou pouco mais de 1.348 hectares. A produção foi de 10.797 toneladas, o que gerou um rendimento médio de 8.009 quilos por hectare. Conforme o IBGE, o segundo maior faturamento foi da borracha (látex coagulado), que rendeu R$ 4,2 milhões, seguido pelo café (R$ 3,7 milhões), Coco-da-baía (R$ 3,7 milhões) e laranja (R$ 2,4 milhões).

BRASIL

No País, o valor da produção agrícola foi de R$ 140,8 bilhões em 2009, montante 5,3% menor que o apurado um ano antes. A diferença em relação a 2008 chega a quase R$ 8 bilhões. O estudo investiga os 64 principais produtos das lavouras temporárias e permanentes da agricultura nacional, detalhando-as por município.

Apesar da redução no valor, a área plantada total aumentou 0,3% em relação a 2008 e chegou a 65,7 milhões de hectares. A produção de grãos teve redução de 11,6 milhões de toneladas de 2008 para 2009, com destaque para o milho, com queda de 13,9% na produção (-8,27 milhões de toneladas); a soja, com redução de 4,2% (-2,49 milhões de toneladas); o algodão herbáceo, cuja produção decresceu 27,3% (-1,09 milhões de toneladas); e o trigo, com queda de 16,1% (-972 mil toneladas).

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE FATAL
Adolescente é atropelada quando levava pai em cadeira de rodas, veja o vídeo
VIOLENCIA DOMESTICA
'Não consigo reconhecê-la', diz irmão de mulher espancada no 1° encontro
O REI ROBERTO CARLOS
Roberto Carlos vestiu rosa e se mostrou contrário a projeto de Jair Bolsonaro
BRIGA NO PLANALTO
Magoado e traído, Bebianno não vai poupar filho de Bolsonaro
TRÁGICO
Mãe do piloto de Ricardo Boechat morre três dias após o filho
OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário