Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 18 de janeiro de 2020
SADER_FULL
Busca
BANNER BET
Brasil

Só 8,9% dos eleitores regularizam títulos, diz balanço do TSE

28 Abr 2007 - 08h12

Levantamento parcial do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) divulgado nesta sexta-feira aponta que somente 8,89% dos 1.896.813 eleitores irregulares em todo o país quitaram sua situação com a Justiça Eleitoral . O prazo dado encerrou-se ontem.

Cerca de 168 mil pessoas - que não votaram ou justificaram a ausência nos dois turnos das eleições de 2006 e no referendo de 2005 - compareceram aos cartórios eleitorais. O número final será divulgado pelo TSE no dia 14 de maio.

Os faltosos podem perder o título, com o cancelamento do documento. Com isso, eles ficarão impossibilitados de prestar concurso público, tirar documentos (como carteira de identidade ou passaporte), renovar matrícula em escola pública, entre outros.

Para evitar o cancelamento, o eleitor deve se dirigir a um cartório eleitoral para abrir um processo e juntar a documentação necessária ao requerimento, que um juiz eleitoral apreciará. O TSE prevê que essa regularização se iniciará no dia 14 de maio.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

FÉRIAS DOS FAMOSOS
De biquíni, filha de Glória Pires ostenta corpão em férias
CAMPO BELO RESORT - PACOTE ESQUENTA
Esquenta de Carnaval é no Campo Belo Resort, confira o pacote e faça sua reserva
CANCELAMENTO DE BOLSA FAMILIA EM 2019
Governo federal cancelou 1,3 milhão de benefícios do Bolsa Família em 2019 por irregularidades
CELULAR
Brasil é o 3º país em que pessoas passam mais tempo em aplicativos
A CASA CAIU
Mulher acha que marido morreu, busca detetive e descobre traição: 'Agora é ex'
LUTO - IASD
Morre primeiro líder máster de desbravadores investido no Brasil
OVNI OU SATÉLITE?
Objetos não identificados no céu chamam a atenção de moradores
SANGUE FRIO
Homem mata desafeto e continua vendendo picolé nas ruas da cidade
PERIGO DA NARGUILÉ
Jovem contrai doença após fumar narguilé e alerta: 'Abandonem essa porcaria'
100 CULTURA
Escola joga pela janela livros que recebeu como doação