Menu
LIMIT ACADEMIA
quinta, 21 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Sindicato quer que MPT investigue as 180 demissões no JBS/Bertin

13 Set 2010 - 14h55Por Fátima News com assessoria

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Carnes e Derivados de Campo Grande – STICCG pediu ao Ministério Público do Trabalho, investigação da demissão de 180 funcionários do JBS/Bertin, na semana passada. O vice-presidente da entidade, Vilson Gimenes Gregório protocolou na sexta-feira documento no setor de fiscalização, para que o órgão pública interceda em favor dos trabalhadores, que teriam sido demitidos por razões políticas. “Nós entraríamos em greve nesta terça-feira, na empresa, por descumprimento de acordo firmado conosco”, comentou o sindicalista.

No documento ao MPT o sindicato explica que realizou assembléia geral dia 24 de agosto, com trabalhadores do Bertin que teriam autorizado o sindicato a deflagrar greve na empresa por descumprimento do Acordo Coletivo de Trabalho 2010/11. Depois disso a entidade enviou ofício à empresa notificando a decisão tomada pelos trabalhadores. “Temos informações de que a empresa teria feito a demissão dos 180 funcionários e que ouros mais seriam demitidos caso a greve se confirmasse”, comentou Gimenes.

“Não temos dúvida de que a empresa está praticando ato anti-sindical, uma vez que está ameaçando os trabalhadores e trabalhadoras de sua indústria a não participarem da greve noticiada pelo sindicato que os representa”, argumenta o sindicato no documento encaminhado ao Ministério Público do Trabalho.

“Assim, esta entidade irá às últimas conseq�?ências para defender os direitos dos trabalhadores e acabar com essa prática anti-sindical, pois é inadmissível que, para tentar impedir a livre organização dos seus funcionários, uma empresa do porte do JBS, use de chantagem e da coação, deve ser dado um basta nisso”, afirma o sindicalista no documento. O sindicato pediu urgência na fiscalização do frigorífico que ameaça demitir novos funcionários.


Deixe seu Comentário

Leia Também

VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'
LARANJADA
Deputados do PSOL distribuem laranjas na chegada de Bolsonaro à Câmara
AMOR A PROFISSÃO
Pedreira caprichosa viraliza com trabalho detalhista e ganha novos clientes
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
O Boticário apresenta Quasar Brave, venha conferir no O Boticário em Fátima do Sul
SUPERAÇÃO
Jovem que morou 5 anos nas ruas se forma em Direito
FENÔMENO
Maior superlua de 2019 iluminará o céu nesta terça, 19